Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Multidão "invade" Shopping RioMar no dia de sua inauguração

Imagem
Multidão "invade" Shopping RioMar, no dia de sua inauguração, no Recife (PE) Foro: Diario de Pernambuco "Muito embora o bom senso afirme que compramos coisas porque vamos adorar possui-las e usá-las, pesquisas mostram que os prazeres da aquisição são, na melhor das hipóteses, de curto tempo. Então, por que insistimos na rotina consumista - trabalhar, comprar, almejar? A biologia nos oferece uma resposta: os seres humanos evoluiram em pequenos grupos sociais em que a imagem e o status têm importância primordial, não somente para a sobrevivência, mas também para atrair parceiros, impressionar amigos e criar filhos. Hoje, em dia, ornamentamo-nos com bens e serviços mais para impressionar os outros do que por curtirmos ter um pedaço de matéria - que torna 'materialismo' uma expressão profundamente enganosa no que diz respeito a grande parte do consumo.  Muitos produtos são, primeiramente, sinais, e só em segundo plano assumem o aspecto de objetos mat

O ENDIVIDAMENTO DAS FAMÍLIAS É A GRANDE HERANÇA QUE OS GOVERNOS DA FRENTE POPULAR DEIXARÃO PARA O PAÍS

Imagem
Por Noelia Brito Não foi à toa que Paulo Maluf justificou seu apoio ao candidato de Lula, em São Paulo, a partir da afirmação de que perto de Lula, pela defesa que este faz dos banqueiros e das multinacionais, ele, Maluf, seria comunista. Nenhum governo foi tão amigo, tão camarada do sistema financeiro transnacional quanto o governo do PT, que, não satisfeito em aprofundar o endividamento público, através do lançamento sistemático de títulos da dívida pública, via BNDES, para custeio de obras do PAC, flagrantemente superfaturadas, conforme constatação do TCU e da própria CGU, ainda fomentou criminosamente o endividamento das famílias através dos famigerados empréstimos consignados e do crédito fácil, porém a juros considerados os mais altos do mundo, pelo próprio sistema financeiro que deles se beneficia. As ações do núcleo de poder petista, dentro do governo Lula, favoráveis aos bancos, já é, inclusive, alvo de uma ação no STF, com a denúncia de que o Ban

A teoria marxista do colapso do capitalismo mantém atualidade?

Imagem
Valerio Arcary é  Professor do IFSP (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo). Por Valerio Arcary Os críticos da lei de Marx insistem em dois fatores que agem contra a queda tendencial da taxa de lucro: de um lado, a desvalorização, a posteriori, dos elementos do capital constante; de outro, o aumento da taxa de mais-valia. Ninguém pode negar que estes fatores atuam. A questão é saber em que medida eles conseguem se impor . Roman Rosdolsky,  Gênese e Estrutura do Capital [1] Quem não sabe contra quem luta, não pode vencer. Sabedoria milenar chinesa Estamos de punhos fechados, mas com as mãos nos bolsos. Rosa Luxemburgo Não houve até hoje crise econômica sem saída para o capitalismo. Não obstante, é cada vez menos provável uma saída econômica para o capitalismo, o que parece paradoxal. Um paradoxo é uma afirmação contra-intuitiva. Parece verdadeira, mas parece conter uma incoerência lógica, uma contradição irracional. Afirmar que

DIAGNÓSTICO DO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DAS FAMÍLIAS BRASILEIRAS E RECIFENSES, FEITO PELO IBGE, TOMANDO POR REFERÊNCIA O ANO DE 2011

Imagem
DIAGNÓSTICO DO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DAS FAMÍLIAS BRASILEIRAS E RECIFENSES, FEITO PELO IBGE, TOMANDO POR REFERÊNCIA O ANO DE 2011 Santa Edwiges, a padroeira dos endividados Os trabalhadores brasileiros pagaram, diretamente aos bancos, em forma de juros referentes a suas dívidas pessoais, somente no ano de 2011, segundo dados do IBGE, nada menos que R$ 183,5 bilhões . Esses juros foram subtraídos dos salários de 8.752.809 famílias brasileiras. Isso mesmo, nada menos que 62,50% das famílias brasileiras se encontravam endividadas em 2011 . No Recife, o índice de famílias endividadas ainda é maior que o da média nacional, alcançando 364.156 famílias, ou seja, 76,05% do total. Em termos financeiros, o recifense devia, só no ano de 2011 , R$ 623.041.422 , perfazendo uma média mensal de R$ 1.711 , por família, o que significa um comprometimento médio, da renda mensal, de 30,20% , só com dívidas. Confrontando esses dados com a realidade nacional temos que o bra