TRT6: JÁ SÃO TRÊS OS CANDIDATOS IMPUGNADOS DA LISTA SÊXTUPLA DA OAB PARA DESEMBARGADOR PELO QUINTO

SACO DE GATOS




O Advogado Ricardo Guedes, que renunciou à sua condição de oitavo colocado à vaga do Quinto Constitucional do TRT6, questiona a candidatura do Advogado Eduardo Pugliesi junto àquele Tribunal.

Para o advogado, que requereu cópia integral de toda documentação enviada pela OAB/PE ao TRT6, o candidato Eduardo Pugliesi não teria atendido ao exigido pelo art. 6, “a”, do Provimento 102/04 do Conselho Federal da OAB, na medida que utilizou um mesmo ato processual em mais de um ano, o que provocaria em determinado ano um número inferior ao mínimo de atos exigidos, que é de cinco.




O advogado Ricardo Guedes fundamentou seu pedido de recusa ao nome do advogado Eduardo Pugliesi encaminhado ao TRT6, com base no Provimento 102/04 e na jurisprudência do Conselho Federal da OAB.



Sabe-se também que ontem foi questionada a candidatura da advogada Juliana Cruz pelo advogado e sétimo colocado, Arnaldo Delmondes. Já hoje pela manhã o advogado Jethro Ferreira voltou a questionar a candidatura da advogada Juliana Cruz, além de questionar também a  candidatura da advogada Roberta Caúla.

SAIBA MAIS:

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia