CANDIDATO MEDALHÃO DO PSB ESTARIA COORDENANDO A DEFESA DOS PRESOS NA OPERAÇÃO "TURBULÊNCIA"

NO LIMITE DA IRRESPONSABILIDADE


O Blog teve acesso à íntegra do inquérito policial nº 163/2016-4-SR/DPF/PE, que investiga o esquema criminoso montado pelo PSB de Pernambuco para lavar recursos ilícitos que teriam sido desviados das obras da Refinaria Abreu e Lima e da Transposição do Rio São Francisco e que, segundo o inquérito e delações premiadas já homologadas em outros inquéritos, teriam financiado as campanhas de Eduardo Campos ao governo de Pernambuco em 2010, à presidência da República, juntamente com a de Marina Silva e a de Fernando Bezerra Coelho, em 2014.

Uma movimentação financeira da empresa Câmara & Vasconcelos, de propriedade de Paulo César Morato, que estava foragido da Polícia Federal e que foi encontrado morto, ontem à noite, em um motel em Olinda, chama nossa atenção pelo período em que foi realizada, coincidente com o da realização das eleições municipais que elegeram o atual prefeito do Recife, Geraldo Júlio do PSB.

Segundo o Pedido de Busca e Apreensão, Prisão Preventiva e Sequestro de Bens encaminhado pela Delegada da Polícia Fedetal, Andrea Pinho Albuquerque à Juíza da 4ª Vara Federal, em Pernambuco, entre setembro e novembro de 2012, a Câmara & Vasconcelos, empresa fantasma que recebeu R$ 19 milhões só da empreiteira OAS, repassou, em movimentação considerada "suspeita" pelo COAF, R$ 325.365,00, para a conta nº 24023, agência 4592, cujo titular é Kleyton Albert da Silva.

Segundo nosso Blog apurou, a preocupação do PSB com os rumos da investigação e o medo de uma inevitável delação premiada por parte dos "laranjas" presos pela Polícia Federal é tal, que a coordenação da defesa dos presos na Operação Turbulência está sendo feita por um advogado medalhão e  que costuma se gabar de ter muito trânsito entre os desembargadores do TRF da 5ª Região, filiado ao partido e que é candidato a prefeito de uma das cidades da Região Metropolitana do Recife. Esse advogado, que é também advogado do PSB, foi, inclusive, visto nas proximidades da sede da Polícia Federal, dando instruções aos demais membros da equipe de defensores.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia