GERALDO JÚLIO NOMEIA ACUSADO POR CRIMES FISCAIS E FORMAÇÃO DE QUADRILHA PARA HABITAÇÃO



http://www.radaroficial.com.br/d/5405718353018880


Sem alarde, o prefeito Geraldo Júlio, do PSB, nomeou, como secretário executivo de Habitação de sua gestão, o empresário Cláudio Abrahamian Asfora, que juntamente com seu irmão, Roberto Abrahamian Asfora, na época prefeito do Município de Brejo da Madre de Deus, eram sócios ocultos da empresa DISCOM - Distribuidora de Combustíveis e Comércio Ltda, alvo da CPI dos Combustíveis da ALEPE.

O secretário executivo de Habitação de Geraldo Júlio, juntamente com seu irmão foram alvo da CPI do Combustíveis e indiciados por crimes de sonegação fiscal e formação de quadrilha, por meio da obtenção de liminares que lhes liberavam de pagar ICMS.

Na época, o Procurador Geral de Justiça era Francisco Sales de Albuquerque, que constatou, num trabalho realizado em conjunto com a Receita Estadual, que a empresa do atual secretário de Geraldo Júlio teria omitido operações mercantis em vendas internas de álcool etílico, óleo diesel e gasolina, que eram adquirido em outros estados sem a devida substituição tributárias e sem o recolhimento do valor do imposto devido. As fraudes utilizaram, ainda, a empresa Federal Distribuidora, que era administrada pelo irmão de Cláudio Asfora, por meio de empréstimos que o MPPE considerou fictícios.(Acesse matéria no site do MPPE AQUI)

O secretário executivo de Habitação de Geraldo Júlio foi denunciado, criminalmente, pelo MPPE, nos seguintes processos: 142256-03.2009.8.17.0001, 142243-04.2009.8.17.0001, 142259-55.2009.8.17.0001 e 142266-47.2009.8.17.0001.


 SAIBA MAIS:




MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia