SECRETÁRIO DE GERALDO JÚLIO RESPONDE POR MAIS 5 AÇÕES PENAIS POR CRIMES DE QUADRILHA, FALSIDADE IDEOLÓGICA, E CONTRA A ORDEM ECONÔMICA E TRIBUTÁRIA

O ex-prefeito de Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora (PSDB), ladeado do irmão, irmão, o empresário Cláudio Asfora, nomeado por Geraldo Júlio para a Secretaria Executiva de Habitação da Prefeitura do Recife, em audiência com o governador Paulo Câmara (PSB), acompanhados do deputado federal Anderson Ferreira (PR)

Mais cedo, nosso Blog revelou que o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, nomeou o empresário Cláudio Asfora, investigado pela CPI dos Combustíveis da ALEPE, juntamente com seu irmão, o ex-prefeito de Brejo da Madre de Deus, por integrar a chamada "Máfia dos Combustíveis", que teria se beneficiado de um esquema de concessão de liminares mediante o qual suas distribuidoras sonegariam o pagamento do ICMS.

Das investigações da CPI, restauram ajuizadas ações penais contra o secretário de Geraldo Júlio e seu irmão, uma delas assinada pelo então Procurador Geral de Justiça, Francisco Sales, já que, à época, Roberto Asfora, era prefeito, portanto, possuía foro privilegiado.

Pesquisa realizada no site do TJPE, entretanto, revelou-nos que o atual secretário executivo de Geraldo Júlio, o empresário Cláudio Asfora, só em 2015, ano de sua nomeação para o cargo, teve ajuizadas mais 4 ações penais por crimes que vão de formação de quadrilha, passando por falsidade ideológica, para incluir crimes contra a ordem tributária e econômica. Em 2014, o MPPE ajuizou uma ação penal por crimes contra a Ordem Tributárias.

Foram localizadas, ainda, várias execuções fiscais em tramitação nas Varas dos Executivos Fiscais Municipais do Recife por débitos do IPTU e Taxas Imobiliárias. Confiram:



 







SAIBA MAIS:







MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia