ALEGANDO FALTA DE RECURSOS PRA CONSERTAR TELHADO, GERALDO JÚLIO MANDA FECHAR AMBULATÓRIO DA MULHER NA TAMARINEIRA





O Blog recebeu denúncia de que, por desídia da gestão Geraldo Júlio, desde a ocorrência das últimas fortes chuvas que caíram sobre a cidade do Recife, o AMEM – Ambulatório da Mulher (Distrito Sanitário III), situado na Rua Soares Moreno, S/N, Vila dos Comerciários, na Tamarineira, está funcionando de improviso, numa sala da Policlínica Albert Sabin, na Jaqueira, tudo porque a Secretaria de Saúde ignora os pedidos feitos pela Administração daquela unidade, para que fosse providenciada a revisão do telhado da casa onde o AMEM/DSIII se encontra instalado, havendo pedidos de providências que remontam ao ano de 2013.

Causa estranheza o fato de que, de repente, inaugurado o Hospital da Mulher, que será uma espécie de mostruário da campanha do Prefeito Geraldo Júlio, apareça um orçamento de R$ 300 mil para o conserto do telhado do imóvel, onde se encontra instalado o AMEM/DSIII, como que para justificar que uma unidade de saúde, que funciona há pelo menos 30 anos, prestando serviços de saúde de qualidade, voltados às mulheres daquela comunidade, tais como, ginecologia, mastologia, psicologia, prevenção do câncer do colo do útero, sendo, inclusive considerado referencia municipal, tenha suas atividades encerradas e seus profissionais do mais alto gabarito, distribuídos por outras unidades, tão somente por causa de um telhado avariado, por causa da incompetência da gestão Geraldo Júlio e da desculpa de que faltam recursos para o reparo desse telhado, a um custo que não se sabe ao certo se corresponde à realidade.

Será que a inauguração do Hospital da Mulher justifica fechar todos os demais serviços de referência correlatos distribuídos pelos demais distritos da Capital? Com a palavra a população que se utiliza desses serviços e os profissionais que os prestam.

IMAGENS DO TELHADO AVARIADO















MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito