TCE NOTIFICA PRESIDENTE DA EMPETUR POR PAGAR SHOWS SEM EMPENHOS


Documento publicado pelo Blog da Folha revela que a  conselheira Teresa Duere, responsável por relatar a Auditoria Especial instaurada pelo TCE/PE, para apurar as denúncias feitas pelos músicos André Rio e Cezzinha, em um grupo do WhatsAPP, de que servidores da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) e Fundarpe estariam cobrando “comissões ilícitas” para que artistas fossem contratados para shows pelo interior do Estado, emitiu um “alerta de responsabilização” à presidente da Empetur, Ana Paula Vilaça, por ter realizado pagamentos de shows sem que, entretanto, os empenhos respectivos tenham sido emitidos previamente.

A Auditoria Especial foi instaurada por representação do Ministério Público de Contas, subscrita pelo Procurador-Geral, Dr. Cristiano Pimentel, no primeiro dia útil após o São João.

Segundo o Blog da Folha, a Auditoria do TCE percebeu que em algumas despesas da atual gestão da Empetur, o pagamento era feito sem que o respectiva empenho fosse emitido previamente, conforme determina “a tríade do gasto público, ou seja, o prévio empenho, a liquidação e a despesa”. Ainda segundo o Blog da Folha, denúncias chegaram ao TCE de que os acertos eram feitos pelo telefone, sem qualquer formalidade e só depois da realização do evento é que se providenciava os empenhos. Pelo menos oito empenhos teriam sido flagrados nessa situação, pela Conselheira Teresa Duere, informa a material do Blog da Folha. (Leia a matéria completa AQUI)


MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito