PSOL QUER IR PRA DEBATE SEM TER DIREITO MAS NEGA DIREITO DE APARECER NO GUIA A NUMERIANO


O candidato a vereador pela Coligação encabeçada pelo PSOL, jornalista e professor universitário, Roberto Numeriano, teve que recorrer à Justiça Eleitoral para que seu direito de aparecer no Guia Eleitoral fosse reconhecido. É que somente poucos candidatos mais chegados ao candidato à Prefeito, Edilson Silva, tidos como prioritários por este, foram agraciados com o direito de ter visibilidade no horário político, apesar deste ser pago com o dinheiro do contribuinte, via recursos do Fundo Partidário, não sendo, portanto, passível de virar privilégio para A, B ou C.

Acionada, a Justiça Eleitoral concedeu liminar determinando que o PSOL (que encabeça a Coligação PSOL/PCB) franqueasse a Roberto Numeriano, que já foi, inclusive, candidato a prefeito pela mesma coligação, há quatro anos, quando Edilson Silva perdeu a eleição para a Câmara dos Vereadores, por não ter alcançado o coeficiente eleitoral, inserções no horário destinado ao PSOL/PCB, determinando, ainda, que o PSOL fornecesse a grade com todas as inserções que já tinham ido ao ar e as que ainda iriam ser publicizadas nos programas eleitorais de rádio e TV.

Ocorre que se achando acima da lei e da justiça, o PSOL decidiu descumprir a liminar da Justiça Eleitoral, forçando seu candidato a vereador a requerer a imputação de multa pelo descumprimento da ordem judicial. 

Vejam o documento a que o Blog teve acesso e que comprova o descaso com que o PSOL trata as decisões da justiça e a falta de equidade com que trata seus filiados e candidatos, preterindo aqueles que não se enquadrarem na categoria "amigos do dono":


Edilson Silva quer participar de debates nas televisões, mesmo não havendo previsão na lei eleitoral para isso, já que sua coligação não tem o número mínimo de deputados federais necessários a obrigar as redes de TV a convidá-lo, entretando, recusa o direito reconhecido pela própria Justiça Eleitoral a um de seus candidatos a vereador de aparecer no Guia Eleitoral como qualquer um dos demais candidatos da nomitada.

Que Edilson Silva queira participar dos debates é uma vontade salutar, mas a partir do momento em que ele mesmo nega o direito a um de seus correligionários de aparecer no Guia Eleitoral do Partido porque entende de privilegiar aqueles que gozam de sua preferência pessoal, perde totalmente a legitimidade para fazê-lo. Em que Edilson Silva é melhor do que Roberto Numeriano? Respondam vocês.

MAIS VISITADAS DO MÊS

PF flagrou 114 contatos telefônicos entre desembargadora afastada e traficante de drogas e assaltante de carro-forte

STF afasta Conselheiro do TCM-BA por propina de R$ 25 milhões exigida quando era ministro das Cidades

Auditoria do TCE/PE constatou fraude fiscal, sonegação fiscal, superfaturamento, não prestação dos serviços em contrato de mais de R$ 16,7 milhões da ALEPE. Com a palavra o MPPE, o MPF, a Receita Federal e a Polícia Federal

Operação Outline: PF faz Operação contra corrupção em obra do Governo de Pernambuco com recursos federais. Operação visa apurar propina de R$ 2 milhões paga por construtoras em obra no entorno da RMR

Veja: COAF achou R$ 40 milhões na conta de um desembargador