Sócio do doleiro do Mensalão Pernambucano do PSB agride ex-prefeito João Paulo em restaurante no Rio Mar

O empresário paulista Bruno D'Carli dá entrevista coletiva em frente à Delegacia de Boa Viagem, sob o olhar atento de seu sócio, o doleiro Jordão Emerenciano (de óculos com a mão no queijo)

O empresário paulista, Bruno de Carli Farias, foi indiciado, pela Delegacia de Boa Viagem, pelos crimes de Vias de Fato e Injúria, cometidos hoje, nas dependências do restaurante Tio Armênio, do Shopping Rio Mar, contra o ex-prefeito do Recife, João Paulo, do PT, que lidera as pesquisas, na disputa contra o atual prefeito da capital pernambucana, Geraldo Júlio, do PSB.

Imagem do Facebook
Os crimes cometidos pelo empresário paulista contra o ex-prefeito João Paulo foram filmados e as imagens viralizaram nas Redes Sociais, causando revolta entre os internautas, independentemente de suas colorações partidárias ou preferências ideológicas. Assistam o vídeo:




O doleiro Jordão Emerenciano (de óculos, com o dedo em riste, na boca) acompanhou o sócio, Bruno de Carli, durante a entrevista coletiva, depois de seu indiciamento pelos crimes cometidos contra o ex-prefeito João Paulo
Na delegacia, o agressor se fez acompanhar de seu sócio, o doleiro Jordão Emerenciano, conhecido por ter participado ativamente de esquemas para fraudar licitações no governo do Estado de Pernambuco, durante o governo Eduardo Campos, do PSB, juntamente com o ex-presidente da CEASA, Romero Pontual, a quem a própria Polícia Federal chamava de "o homem forte do PSB" (Leia AQUI).

Matérias veiculadas em nosso Blog e que foram reproduzidas pelo Site Carta Maior revelaram o alto nível de intimidade entre o sócio do agressor do ex-prefeito João Paulo, e Romero Pontual, "o homem forte do PSB". Leiam essas matérias no link abaixo e tirem suas próprias conclusões sobre o inusitado dessa agressão aparentemente gratuita diante do fato de que o agressor do ex-prefeito que estea à frente de todas as pesquisas de intenção de votos para a sucessão do candodato do PSB é sócio de alguém que comandava um dos maiores esquemas de assaltos aos cofres públicos de nosso Estado, juntamente com quem a Polícia federal chamava de "homem forte do PSB, partido do atual prefeito do Recife: Grampos da Polícia Federal revelam esquema milionário durante governo de Eduardo Campos

Leia um trecho:

"Nos grampos, é possível acompanhar a desenvoltura com que o ex-tesoureiro de campanha de Eduardo Campos e do PSB, juntamente com o doleiro Jordão Emerenciano, direcionavam as licitações milionárias nos mais diversos órgãos do Estado de Pernambuco, para favorecer as empresas comprometidas com o esquema de corrupção de seu grupo: fardamento, combustível, merenda, medicamentos, empreiteiras, Petrobras, influência política, instalação de empreendimentos em SUAPE, nada ficava fora do esquema do que a própria Polícia Federal chamou de "Organização Criminosa", que usava a própria sede da CEASA para reuniões de "negócios":"
  



MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues

Braço direito de Geraldo Julio, João Guilherme Ferraz incentivou e até debochou do fato de serem adquiridos respiradores testados apenas em porcos: "Leia c bons olhos kkkkkkk"