PREFEITURA DE PAULISTA CONTRATA LOCADORA DE OLINDA PARA FORNECER QUENTINHAS PARA CENTROS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL


Um Pregão para a contratação de uma empresa para fornecer refeições prontas, pelo período de 12 (doze) meses, no valor de R$ 891.771,20 (oitocentos e noventa e um  mil, setecentos e setenta e um reais e vinte centavos) para os usuários de dois centros de atenção psicossocial mantidos pela Prefeitura de Paulista está chamando atenção pelo local onde funcionaria a empresa que foi anunciada como vencedora do Pregão.

É que a empresa F&R Eventos, Locação e Serviços Ltda. indica ter endereço na Rua Ilhéus, nº 98, no Bairro de Jardim Brasil II, em Olinda.

No local, porém, não há nenhum indicativo, como placas, ou chaminés, por exemplo, de que ali funcione qualquer empresa dotada de cozinha industrial com capacidade para assinar um contrato que beira um milhão de reais. Nem mesmo local para acondicionamento de eventual lixo orgânico eventualmente descartado pela produção de alimentação que justifique o pagamento referido no contrato se observa.












Curiosamente, a mesma empresa participou de um Pregão do Ministério da Integração Nacional, no mês de maio de 2016, com finalidade totalmente diversa da acima mencionada. No Pregão para o órgão federal, a F&R Eventos, em vez de fornecer refeições prontas, deveria fornecer veículos locados com motoristas, reposição de peças e serviços mecânicos, para a SUDENE, no valor de R$ 226.927,80 (duzentos e vinte e seis mil, novecentos e vinte e sete reais e oitenta centavos).


Salvo melhor juízo, não nos parece que naquele local seja possível que funcione uma cozinha industrial e uma locadora com oficina mecânica com capacidades operacionais para a prestação dos serviços referidos em ambos os pregos. A conferir.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

É tetra! Prefeitura do Recife recebe a quarta "visita" da Polícia por fraudes na pandemia, desta vez foi a DECOT. A prefeitura nega envolvimento