ANDERSON FERREIRA RECLAMA DE ROMBO, MAS NOMEIA INVESTIGADO PELA "CAIXA DE PANDORA" PARA CARGO COMISSIONADO EM SEU GOVERNO

Ricardo Valois (à esquerda) vice-prefeito de Jaboatão figura entre os investigados pela Operação "Caixa de Pandora" que apura Crimes contra a Administração Pública

Enquanto faz alarde de um suposto rombo de R$ 84 milhões que teria sido deixado pelo antecessor, o atual prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, do PR, que já tem o vice, Ricardo Valois, listado dentre os investigados pela Operação "Caixa de Pandora", da Polícia Civil de Pernambuco, por crimes contra a Administração Pública, nomeou, sem nenhum alarde, outro investigado, pela mesma Operação, pela prática dos crimes de "falsificação de documento público, peculato, abandono de cargo e associação criminosa", para o cargo de Gerente da Secretaria de Projetos Especiais. A nomeação de Williams Albino de Souza, que teve pedido de condução coercitiva e busca e apreensão pedido pela Polícia Civil no Processo nº 13603-34.2016.8.17.0810, deu-se por meio do Ato nº 269/2017, publicado no Diário Oficial do Município de Jaboatão, de 11/01/2017. Confiram:




MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos