POLÍCIA FECHA CERCO CONTRA MÁFIA DA MERENDA EM PERNAMBUCO



A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou na manhã de hoje (17), a Operação Companheiro  que investiga fraudes em licitações para aquisição de merenda escolar, material de expediente e serviços em prefeituras pernambucanas. 

Segundo as investigações, três empresas, duas situadas em Carpina e uma em Nazaré da Mata, agiam utilizando "laranjas" para fraudar e ganhar licitações e lavar dinheiro fruto de operações fraudulentas. Os desvios podem ultrapassar R$ 13 milhões, segundo a polícia.

Foram emitidos dois mandados de prisão preventiva, três de condução coercitiva e sete mandados de busca e apreensão domiciliar, além do bloqueio judicial de contas bancárias, todos expedidos pelo juiz de Direito da Primeira Vara Criminal da Comarca de Carpina, na Zona da Mata de Pernambuco. 

Os presos e materiais foram encaminhados para a sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, no Recife. 

Acionada pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), a Delegacia de Crimes Contra a Administração e Serviços Públicos (DECASP) inicou as investigações, com o delegado Izaias Novaes à frente e apoio do Núcleo de Inteligência da DECASP e da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil-(Dintel). 

Na execução do trabalho operacional, participaram 60 policiais civis, entre delegados, agentes, escrivães, além de dois auditores do TCE.

As investigações tiveram início a partir de uma Auditoria Especial instaurada para investigar suspeitas de conluio entre empresas participantes de licitações para aquisição de gêneros alimentícios no Município de Carpina, que em 2016 realizou o Pregão Presencial nº 004/2016 e contratou quatro empresas para fornecimento de Merenda Escolar para a rede municipal de ensino, num total de R$ 4.557.115,00 (ACESSE O EDITAL AQUI). Até uma papelaria figura entre os contratados para fornecer merenda escolar para o Município de Carpina. Observem:

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARPINA-PE.
PREGÃO PRESENCIAL Nº 004/2016
EXTRATO DE CONTRATO
Processo nº 07/2016
Comissão: CPL
Modalidade/ PREGÃO PRESENCIAL nº 04/2016
Objeto Nat.:Aquisição
Objeto descrição: Aquisição de Gêneros alimentícios perecíveis e não perecíveis destinados para merenda escolar deste município. Contrato nº 010/2016
1ª Contratada: ALMEIDA CARVALHO & CIA LTDA..
CNPJ Nº 07.205.284/0001-00
Valor máximo Aceitável: R$ 708.482,50 (setecentos e oito mil quatrocentos e oitenta e dois reais e cinqüenta centavos).
2ª Contratada: ALINE ROBERTA DA SILVA PAPELARIA.
CNPJ nº 18.300.337/0001-80
Contrato nº 011/2016
Valor Máximo Admitido R$ 433.387,16 (quatrocentos e trinta e três mil trezentos e oitenta e sete reais e dezesseis centavos).
3ª Contratada: ELIAB AMERICO COUTINHO ME.
CNPJ Nº 11.958.989/0001-67
Contrato nº 0012/2016
Valor Máximo Admitido: R$ 179.777,40 (setenta e nove mil setecentos e setenta e sete reais e quarenta centavos).
4ª Contratada: N L COMERCIO E SERVIÇOS LTDA
CNPJ Nº 22.574.409/0001-54
Contrato nº 013/2016
Valor máximo admitido R$ 2.526.987,91 (dois milhões quinhentos e vinte e seis reais novecentos e oitenta e sete reais e noventa e um centavos).
Informações adicionais: Mais Informações podem ser obtidas diretamente na Comissão de Licitação situada na Praça de São José, 95 – São José Carpina-PE. das 8:00h às 13:00h, de segunda a sexta - feira
Carpina-PE. Em, 29/02/2016.
a) Anne Karolynne dos Santos Amorim – Presidente da CPL.
(82319)

FONTE: DOEPE 03/03/2016


MAIS VISITADAS DO MÊS

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos