PROPINA DE 3% SOBRE OBRAS EM SUAPE E PIRAPAMA BANCOU CAMPANHAS DE 2010 E 2012 DO PSB DE PERNAMBUCO, DELATA ANTÔNIO PACÍFICO

João Antônio Pacífico durante depoimento sobre doações ilegais a campanhas do PSB de Pernambuco
Em delação premiada registrada como Termo de Colaboração nº 32, Anexo 32, gravada na sede da procuradoria da República no Rio Grande do Norte, no dia 14 de dezembro de 2016 (ASSISTA AQUI), o ex-diretor de Infraestrutura da Odebrecht, João Antônio Pacífico, revelou que a maior parte das doações feitas pela empresa baiana para as campanhas do PSB, eram feitas por meio de Caixa 2. 

Segundo Pacífico, as propinas eram pagas nas épocas de campanha, pelo caixa 2 porque eram cobradas a esse pretexto e para as eleições de 2010 e 2012 foi utilizado o codinome "Neto". O delator ainda revelou que "as informações relativas a esses valores de aproximadamente R$ 11 milhões, foram contrapartida e a forma de contribuição desses pagamentos estão narradas nos relatos individualizados das obras de terraplanagem RNEST, Pirapama, Cais 5 de SUAPE e Pier Petroleiro de SUAPE."

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos