PROPINA EM PIRAPAMA FOI DE R$ 5 MILHÕES PARA ALDO GUEDES E EDUARDO, REVELA DELAÇÃO DA ODEBRECHT ENVIADA À JUSTIÇA FEDERAL EM PERNAMBUCO POR FACHIN


Despacho do relator da Lava Jato, no Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, começa a trazer à tona detalhes do tão esperado conteúdo da delação premiada do ex-executivo da Odebrecht, em Pernambuco, João Antônio Pacífico, que tinha livre trânsito junto ao governo do Estado. 

Segundo o delator, apenas para as obras da Adutora de Pirapama, a Odebrecht teria pago uma propina de R$ 5 milhões ao ex-governador Eduardo Campos e a seu sócio e ex-presidente da estatal Copergas, Aldo Guedes Álvaro. 

As investigações devem prosseguir perante a Justiça Federal de primeira instância, já que Guedes não tem foro privilegiado, conforme determinação do ministro Fachin na Petição nº 6724.


MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos