JOESLEY BATISTA DELATA PROPINA DE R$ 60 MILHÕES A AÉCIO NEVES EM 2014

Além da gravação onde Aécio Neves pede uma propina de R$ 2 milhões a Joesley Batista, dono da JBS, supostamente para pagar o advogado que o defenderia nos seis inquéritos que responde na Operação Lava Jato, ainda pesaria contra o senador tucano, já afastado do exercício do mandato por ordem do relator da Lava Jato, ministro Edson
Fachin, ainda pesaria contra o presidente do PSDB, na delação de Joesley, a revelação de que Aécio teria recebido R$ 60 milhões em propina da empresa, apenas no ano de 2014.
A situação de Aécio Neves, cujo pedido de prisão preventiva deve ser analisado pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal na próxima sessão, já é considerada insustentável até pelos companheiros de Partido que exigem de Aécio que renuncie à presidência do PSDB.
Tida como braço direito de Aécio Neves, sua irmã, Andrea Neves, foi presa agora há pouco em uma de suas casas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o que demonstra a consistência do conteúdo das delações do Grupo JBS, que contaram com a participação da própria Polícia Federal no monitoramento dos delatados e na realização das gravações.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos