HOMEM DA MALA DE PROPINAS DO TEMER É PRESO EM BRASÍLIA E DELAÇÃO TRAZ PÂNICO AO PLANALTO

Rocha Loures acertado a propina para Temer com executivo da JBS, Ricardo Saud

Flagrado pela Policia Federal transportando  uma mala  contendo R$ 500 mil de propinas pagas pelo empresário Joesley Batista, da JBS, que seriam destinadas ao presidente Michel Temer, de quem era assessor direto, o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures acaba de ser preso em Brasília, por determinação do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato, no Supremo Tribunal Federal.

Rocha Loures fora indicado por Temer, conforme registro em gravação feita por Joesley, de uma conversa com o presidente, como o interlocutor com quem o empresário poderia tratar de quaisquer assuntos e pendências que tivesse que resolver com o governo.


Segundo a delação da JBS, os R$ 500 mil pagos a Rocha Loures seriam apenas a primeira parcela de uma propina semanal acertada com Temer de R$ 2 milhões por mês durante 20 anos.

A prisão de Loures traz pânico entre os aliados de Temer, já que uma delação premiada é dada como certa.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos