ÉPOCA REVELA QUE ARCOS INTERMEDIOU PROPINA TAMBÉM PARA MINISTRO FERNANDO FILHO

Foto: Orlando Brito




A Revista Época, em matéria assinada pelo jornalista Diego Escosteguy revela que a empresa ARCOS, dos marqueteiros André Gustavo e Antônio Carlos Vieira também teria intermediado o pagamento de propina ao ministro das Minas e Energia Fernando Bezerra Filho. Segundo a Revista (leia AQUI), documentos entregues pelos delatores da JBS à Justiça, Fernando Filho, teria recebido um total de R$ 3 milhões em propina da empresa. De acordo com os executivos, foram R$ 2 milhões em dinheiro vivo e R$ 1 milhão em notas frias. Segundo a delação, o dinheiro era compartilhado entre o ministro e seu pai, o senador Fernando Bezerra, também do PSB.

A assessoria do ministro, no entanto, alegou que não iria comentar a reportagem porque “o nome do ministro não aparece” em qualquer documento público referente às delações da JBS.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Certidão de Óbito autenticada pelo TJPE atesta morte de morador de Prazeres, em Jaboatão, Pernambuco, por coronavírus, mas SES não o inclui nas estatísticas. Secretaria silencia sobre o caso

URGENTE! Governo de Pernambuco estaria escondendo duas mortes por coronavírus. Denúncia é de policiais civis que trabalham no IML que não teriam equipamentos adequados para autópsia

Pacto Pela Morte: Delegados denunciam ordem do Governo Paulo Câmara que facilita prescrição de crimes, principalmente de homicídios, inclusive com ameaças de perseguições contra quem não aceitar prevaricar

Empresário que escapou de quarentena e levou covid-19 para sul da BA é filho de uma desembargadora do TJ/CE, ex-conselheira do CNJ

Direita já se organiza para derrubar Bolsonaro, o louco. Frota protocola impeachment e Janaina decreta: "esse senhor tem que sair"