MARQUETEIRO PRESO TERIA PAGO PROPINA EM DINHEIRO VIVO DA JBS A BRUNO ARAÚJO, REVELA ÉPOCA


Matéria assinada pelo jornalista Diego Escosteguy, da Revista Época, revela que o marqueteiro André Gustavo, dono da Arcos, preso por ordem do juiz Sergio Moro, na 42ª Fase da Lava Jato, teria sido o encarregado pelo pagamento de propina, em dinheiro vivo ao ministro das Cidades, Bruno Araújo, do PSDB, no valor de R$ 200 mil, oriunda da máquina de financiamento de políticos da JBS. A revelação foi feita pela Revista Época com base em documentos entregues pelos delatores da empresa para corroborar o que eles disseram em seus depoimentos (leia AQUI).

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos