PORTAL "TOME CONTA" DO TCE REVELA PAGAMENTOS MILIONÁRIOS DAS GESTÕES JOÃO DA COSTA E GERALDO JÚLIO A ARCOS


O Portal "Tome Conta" do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco traz duas informações intrigantes com relação à empresa ARCOS PROPAGANDA dos marqueteiros André Gustavo Vieira e Antônio Carlos Vieira Júnior, presos pela Polícia Federal na 42ª Fase da Lava Jato e já denunciados por lavagem de dinheiro pelo Ministério Público Federal, em Curitiba, juntamente com o ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, Ademir Bendine.

Segundo o "Tome Conta", em 2012, portanto, durante o último ano da gestão do ex-prefeito João da Costa (PT), a Arcos teria recebido, da Prefeitura do Recife, R$ 5.739.309,58, ao passo que em 2016, ano em que o atual prefeito Geraldo Júlio (PSB) concorreu à reeleição, a mesma empresa teria recebido  R$ 4.548.295,19.

O interessante com relação a esses pagamentos é o fato da ARCOS não figurar no rol das empresas de publicidade contratadas por nenhuma das duas gestões para fazer as campanhas publicitárias da Prefeitura.




Segundo matéria publicada pela Coluna Expresso, da Época, a  Polícia Federal recolheu num dos endereços ligados a Antônio Carlos Vieira da Silva Filho, apontado como um dos operadores da propina paga ao ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine, um documento com referência ao senador Fernando Bezerra Coelho, do PSB de Pernambuco, datado de setembro de 2015 e escrito a mão por uma pessoa identificada como Danielle, em que esta informa a "Nininho" (apelido atribuído a Antônio Carlos) que esteve na Arcos – agência de publicidade com endereço no Recife, pois precisava resolver pendências envolvendo dívidas de campanha de "Fernando Bezerra Coelho". Danielle diz no bilhete que por não poder cobrar a dívida diretamente à Prefeitura do Recife, comandada por Geraldo Júlio, do PSB e considerado cria política de FBC de quem foi secretário em Petrolina. precisava que fosse agendada uma reunião entre a PCR e FBC para que o compromisso fosse assumido oficialmente pela Prefeitura: "Não posso cobrar da PCR o que é dívida da campanha de FBC. Para isso, teríamos de ter uma reunião com FBC e a PCR, passando e assumindo esse compromisso oficialmente".

LEIA AQUI



MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos