CARRERAS JÁ FAZ AGENDAS DE CANDIDATO A GOVERNADOR E CAUSA PÂNICO EM FBC QUE SUBESTIMOU A CAPACIDADE DE REACÃO DO PALÁCIO, DE JARBAS E RAUL HENRY



Longe das disputas fratricidas e abraçando apenas agendas positivas, o secretário de Turismo de Pernambuco, Felipe Carreras, segue com a estratégia de não deixar de sair um dia sequer da mídia mostrando o que ele chama de "o Pernambuco que deu e dá certo".



Carreras sabe que quando chegar a época de mostrar o porquê de ter sido o escolhido para substituir o governador Paulo Câmara, como candidato ao governo de Pernambuco, suas digitais terão que aparecer no que o governo trouxe de bom para Pernambuco, enquanto seus adversários aparecerão como aqueles das delações por recebimento de propina e por apunhalarem quem lhes deu a mão pelas costas. Carreras aparecerá como um missionário do Partido que deixará de disputar uma eleição certa para deputado federal em nome de um projeto que é "o Pernambuco que dá certo" e que todos os dias aparece com a cara dele em revistas, jornais e noticiários de televisão (Leia em RENATA CAMPOS JÁ PREPARA FELIPE CARRERAS PARA SER O CANDIDATO DO PSB NO LUGAR DE PAULO CÂMARA. VOTOS DE CARRERAS PARA FEDERAL DEVEM IR PARA JOÃO CAMPOS e RAUL HENRY JÁ FALA COM A AUTORIDADE DE QUEM VAI SER GOVERNADOR POR PELO MENOS NOVE MESES).



Por tal razão, a escolha de Carreras para ser o candidato ao governo de Pernambuco se dará de maneira bem diversa da que está sendo observada com a imposição de Fernando Bezerra Coelho ao PMDB de Pernambuco, que já está sendo chamado pelo presidente do Diretório Estadual do PMDB, Raul Henry, de traíra e truculento, por tomar de assalto o PMDB, de olho no tempo TV da legenda, sendo sabedor de que todos os parlamentares do partido apoiam a candidatura do PSB, seja ela a reeleição de Paulo Câmara, seja ela a eleição de Felipe Carreras. E olha que Raul nunca foi dado a esses rompantes verborrágicos, sendo conhecido por seu perfil polido e pôs sua figura suave, bem diferente de seu mentor, Jarbas Vasconcelos, que mais parece um limão de tão azedo.


A truculência que se observa no PMDB, impondo que os peemedebistas de Pernambuco engulam a candidatura de FBC, pela oposição, em vez de seguirem o desejo de continuar na base de apoio de governo onde foram agraciados com tudo, desde a vice governadoria até secretarias estratégicas como a de Desenvolvimento Econômico e até SUAPE, é semelhante, aliás, a qualquer tentativa da Direção Nacional do PT de impor ao PT de Pernambuco que apoie o inimigo figadal local, o PSB. Nos dois casos o que se observaria seriam duas situações de "estupros políticos" que podem custar muito caro para quem os cometem e para sua maior vítima, o Estado de Pernambuco.

A substituição de Paulo por Filipe, diferentemente de parecer a assimilação de um fracasso, demonstra coesão e que depois do expurgo das laranjas podres, representadas pelo grupo de FBC, o partido demonstrou unidade e capacidade de se unir em torno de um nome de consenso e capaz de reagrupar as forças dissidentes e manter o poder com o grupo. Para Paulo Câmara será sempre preferível uma saída honrosa para uma eleição tranquila para uma vaga do senado, onde manteria o tão cobiçado foro privilegiado do que se aventurar numa reeleição que já sabe perdida, em razão de sua inapetência para a política que é indisfarçável, apetite que não falta a Felipe Carreras que já coordenou campanhas para Eduardo Campos, Geraldo Júlio e para o próprio Paulo Câmara.



MAIS VISITADAS DO MÊS

Única nota 1000 do ENEM de Pernambuco faz homenagem a seu professor de Português

Exclusivo: Sai João e entra Tadeu na sucessão no Recife

À Época, Antônio Campos afirma ter denunciado, às autoridades, esquema maior do que o da Paraíba, operando em Pernambuco pelas mãos de Renata Campos e do PSB

Coincidência: donos do terreno desapropriado por R$ 38 milhões por Geraldo Julio são parentes de outro prefeito do PSB

Ataques de Secretário de Geraldo Julio contra Patrícia Domingos em debate são confissão de pânico de uma possivel candidatura da policial à Prefeitura do Recife