FILHO DE ASSESSORA DE GERALDO JÚLIO PASSA O DIA EM GRUPOS DE WATTSAPP OFENDENDO LÍDER DA OPOSIÇÃO AO PREFEITO GERALDO JÚLIO


Apresentando-se como empresário do ramo de distribuição de produtos hospitalares, o cidadão Pedro Costa, vulgo "Gago", que é filho da ex-vereadora do Recife e presidente do PPL no Estado, Edna Costa, uma das agraciadas com uma daquelas assessorias especiais cujas funções são um verdadeiro mistério, passa o dia em grupos do WhatsApp postando comentários depreciativos contra a líder da oposição, a vereadora Marília Arraes e contra o PT, a quem costuma fazer acusações de corrupção.

O filho da assessora de Geraldo Júlio chegou a postar em um dos grupos que esta blogueira deveria ser candidata a vice da vereadora e que "era uma pena que não vendesse o remédio que Noelia toma, pois assim ganharia esse dinheiro".

Será que é para isso que o povo do Recife paga seus impostos? Para que Geraldo Júlio banque Aspones para colocar seus filhos o dia todo em grupos de WattsAPP postando ofensas contra seus opositores?

Nunca é demais lembrar que tramita no TCE uma denúncia do ex-vereador Sergio Magalhães contra funcionários fantasmas contratados por Geraldo Júlio e por Sileno Guedes para contemplar aliados políticos. Esse é um bom momento para que o prefeito informe aos contribuintes o que faz a mãe do tal Gago como sua assessora ou se é apenas mais uma funcionária fantasma.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Milionários pernambucanos aparecem na "caixa preta" do BNDES anunciada por Bolsonaro. Saiba quem são.

Lava Jato chega a Pernambuco: "Amplo esquema criminoso leva Lava Jato a bloquear mais de R$ 3,5 bilhões do PSB, de FBC, do Espólio de Eduardo Campos, Do MDB e de Eduardo da Fonte além de vários empresários

Cunhado de Paulo Câmara ganha cargo comissionado na Presidência do TRT6. Funcionários veem favorecimento

Veja: Bolsonaro indica para o CADE advogada acusada de vender decisões do STJ para a JBS. A advogada é filha de uma desembargadora federal bolsonarista

Conselheiro do TCE/RJ, ligado ao MDB, é o mandante do assassinato de Marielle, revela inquérito da Policia Federal. O motivo seria vingança contra Freixo por perda do foro privilegiado