RAUL HENRY JÁ FALA COM A AUTORIDADE DE QUEM VAI SER GOVERNADOR POR PELO MENOS NOVE MESES


Conforme antecipamos, ontem, com exclusividade, o secretário de Turismo de Pernambuco e deputado federal licenciado, Felipe Carreras, deverá substituir o atual governador Paulo Câmara, na chapa encabeçada pelo PSB que disputará o governo de Pernambuco em 2018 (leia em RENATA CAMPOS JÁ PREPARA FELIPE CARRERAS PARA SER O CANDIDATO DO PSB NO LUGAR DE PAULO CÂMARA. VOTOS DE CARRERAS PARA FEDERAL DEVEM IR PARA JOÃO CAMPOS).

Com a manobra, que estaria sendo orquestrada pela viúva do ex-governador Eduardo Campos, Renata Campos, o atual governador Paulo Câmara passaria a disputar uma das cadeiras do senado e seu vice, Raul Henry, assumiria o Palácio do Campo das Princesas, pelo período de nove meses, período necessário à desincompatibilização para fins de elegibilidade, e esse seria o prêmio conferido aos jarbistas pela lealdade demonstrada num momento em que o senador Fernando Bezerra Coelho praticamente tomou de assalto, com o beneplácito de ninguém menos do que o presidente do PMDB, Romero Jucá, a direção estadual do PMDB de Raul Henry e Jarbas, para que Fernando Bezerra Coelho possa ser candidato ao governo pelo PMDB, já que não consegue ser candidato por aquele que tem sido seu partido há anos e pelo qual seus filhos conquistaram mandatos de deputado federal, prefeito de Petrolina e ele próprio conquistou a cadeira de senador que hoje ocupa.


"A Política ama a traição, mas, logo, em seguida,
abomina, o traidor",
já ensinava Leonel Brizola
Não será a primeira vez que o vice assumirá a cadeira de governador por um período considerável, para que o titular possa se candidatar. O hoje ministro da Educação, Mendonça Filho só foi governador de Pernambuco porque Jarbas Vasconcelos, contra quem Mendocinha hoje se alia a Fernando Bezerra Coelho para derrubar, permitiu que assumisse a titularidade do governo, para que Jarbas concorresse ao senado. Não fosse isso, com histórico de pífias votações até em sua terra natal, Mendonça jamais chegaria nem na garagem do Palácio, muito menos na cadeira de governador.

Como já tive a oportunidade de afirmar em minha análise anterior, a candidatura de Felipe Carreras já era um "Plano B" que vinha sendo burilado em razão da fraca performance de Paulo Câmara à frente do governo e de seu envolvimento nos processos e delações da Lava Jato, que segundo o próprio Fernando Bezerra Coelho, nivelariam todos os candidatos por baixo, porque todos estariam no seu nível.


Com a confirmação de que Romero Jucá entregou o PMDB para Fernando Bezerra Coelho para que humilhasse Jarbas Vasconcelos e do ponto de vista prático, levasse consigo, seu precioso tempo de TV no Guia Eleitoral, para um ajuntamento que reúne o PSDB de Bruno Araújo, o DEM de Mendocinha, o PPS de Raul Jungmann, o PTB de Armando Monteiro, o PR dos irmãos Ferreira e outras "preciosidades" da política pernambucana, não restou outra opção ao PSB do que desencadear seu Plano B, com a substituição de Paulo por Felipe, que reúne muito mais condições de reagregar em seu entorno as forças políticas que se dispersaram em razão da falta de traquejo político do governador do que este, que deve se conformar com a vaga para o senado em prol do projeto de poder da família Campos, da qual tanto ele quanto Felipe Carreras são agregados, por casamentos com parentes de Renata Campos.


Não é à toa que Raul Henry tem feito declarações pesadíssimas contra Fernando Bezerra Coelho, a ponto de chamá-lo de mal afamado, traíra e truculento, dentre outros predicativos não menos desabonadores contra alguém que acaba de ingressar na mesma legenda a pretexto de ser o candidato de seu partido, o PMDB, ao governo (Leia AQUI). 

Leucio Lemos Filho, advogado do PMDB é considerado
um dos melhores do Estado em Direito Eleitoral
Henry declarou que farão tudo para impedir que Fernando Bezerra Coelho concretize a tomada do PMDB e isso inclui a judicialização da intervenção no Diretório Estadual do Partido. Todos sabem no meio jurídico pernambucano que o PMDB possui a assessoria jurídica mais competente do Estado, capitaneada pelo advogado Leucio Lemos. O advogado Leucio Lemos, além de competente é tido como profissional seriíssimo e respeitado entre os que militam no Direito Eleitoral. O próprio PSB tem outro advogado de renome para reforçar a banca que deve atuar para garantir que o PMDB continue onde está, ou seja, junto com o PSB, em Pernambuco. Trata-se do advogado Carlos Neves, outro que tem conseguido vitórias significativas no âmbito da Justiça Eleitoral. A disputa se for para os Tribunais promete ser ainda mais acirrada do que a que estamos lendo pelos blogs e jornais.

Raul Henry já sabe que será governador por pelo menos nove meses, cargo tão sonhado por Fernando Bezerra Coelho e por Armando Monteiro e que pelo andar da carruagem jamais será por nenhum dos dois ocupado porque enquanto ambos jogam Damas, o PMDB e o lado jarbista do PMDB continuam jogando xadrez.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos