BLOG RECEBE DENÚNCIA DE SUPOSTAS IRREGULARIDADES NO PREGÃO DA MERENDA EM JABOATÃO. LICITAÇÃO É DE R$ 72 MILHÕES POR APENAS 12 MESES



E-mail enviado ao Blog reporta que o  Pregão Presencial nº 012/2017, referente à contratação de empresas para o fornecimento de Merenda Escolar para o Município de Jaboatão dos Guararapes por R$ 72 milhões durante apenas doze meses estaria sendo alvo de investidas de empresas denunciadas como integrantes da Máfia da Merenda no intuito de inviabilizar a homologação do resultado do Pregão em favor da vencedora que havia apresentado o "menor preço", por meio da abertura de nova sessão, a ser realizada logo mais (11), a partir das 9hs, na Secretaria Executiva de Licitações, Contratos e Convênios de Jaboatão dos Guararapes/Pe, chegando, inclusive, a pedir a presença do Blog na sessão, para acompanhar o andamento do pregão, já que este Blog tem feito sucessivas matérias sobre os contratos milionários de Prefeituras pernambucanas com empresas do ramo, notadamente após as evidências trazidas à tona pelas Operações Comunheiro I e II, da Polícia Civil e Mata Norte, da Polícia Federal.

Consultando o Portal TOME CONTA do TCE/PE é possível verificar que a Licitação, apesar de ser a maior já realizada pelo Município, da ordem de R$ 72 milhões, sequer foi comunicada àquele órgão para os devidos registros e acompanhamentos, inclusive para análise do edital e dos termos de referência, de modo a garantir a lisura do Certame com a não contratação de fornecedores com sobrepreço.

Aliás, no Portal da Transparência da própria Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes não há qualquer registro sobre a Licitação, o que comprova que o povo de Jaboatão estaria sendo alijado de fiscalizar tão importante dispêndio de recursos públicos e ainda mais com algo tão delicado e visado como contratos para fornecimento de Merenda Escolar. Observe-se que o último registro de Pregões Presenciais feitos no Portal da Transparência da Prefeitura de Jaboatão se deu no dia 28/07/2017 e ali não há qualquer registro do Pregão de R$ 72 milhões para fornecer merenda escolar para as crianças do Município POR APENAS DOZE MESES. Por que tamanha falta de transparência numa gestão que chama a Rede Globo para expor seus procuradores à execração pública? Por que o Prefeito Anderson Ferreira e sua Procuradora Geral Virgínia Pimentel não chamaram a Rede Globo para fazer a cobertura da licitação de R$ 72 milhões da Merenda Escolar de Jaboatão, nem chamaram o TCE ou os vários Blogs amigos que fazem propaganda diárias dos feitos mirabolantes de sua gestão?


  







O Blog, porém, teve acesso ao Edital e pode revelar o escândalo da falta de transparência da Licitação da Merenda Escolar de Jaboatão dos Guararapes. Uma Licitação feita para ser paga com recursos federais (alô TCU! Alô CGU! Alô Polícia Federal!) ao custo de R$ 72 milhões e por meio de um Pregão Presencial por menor preço!

Ata da Sessão do Pregão Presencial ocorrida no dia 05 de outubro de 2017 revela que a Pregoeira Carla Cunha suspendeu o Pregão após a empresa VERDE MAR ALIMENTAÇÃO vencer o Pregão com uma Proposta com valor 30% menor do que os apresentados pelas empresas que atualmente fornecem a merenda para Jaboatão. As empresas que ficaram em segundo e terceiro lugar também apresentaram propostas muito abaixo daquelas apresentadas pela atuais fornecedoras de Jaboatão. De acordo com a Pregoeira, a proposta da VERDE MAR seria inexequível, devendo esta comprovar seus custos. Não se questiona o cuidado da Pregoeira em verificar a exequibilidade das propostas, mas é altamente questionável não se verificar se os valores apontados no Edital, de mais de R$ 72 milhões para fornecimento de merenda escolar para as crianças de Jaboatão dos Guararapes, por apenas 12 meses, não estariam com sobrepreço, o que teria sido garantido com sua submissão a simples verificação prévia dos órgãos de controle, seja do TCE, seja do TCU, seja da CGU. A falta de transparência, nesse caso, pesa e muito, em desfavor do Prefeito Anderson Ferreira que tem sido "useiro e vezeiro" em omitir informações ao Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco e estranhamente ainda não foi alvo de nenhuma operação policial ou pedido de afastamento:










MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos