COM DELAÇÃO A CAMINHO, SÓCIOS DOS DONOS DA ARCOS CRIAM NOVA EMPRESA PARA PARTICIPAR DE LICITAÇÕES SEM SEREM NOTADOS



"Olheiros" sempre atentos do Blog da Noelia Brito descobriram que os sócios dos donos da ARCOS, empresa de publicidade cujos donos foram presos durante a 42ª Fase da Operação Lava Jato, por participarem de um esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propina a políticos e autoridades públicas, que teriam sido feitas, segundo delações de executivos da JBS, ao ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, Ademir Bendine, ao senador Fernando Bezerra Coelho, ao ministro Bruno Araújo, e ao governador Paulo Câmara, dentre outros, cujas identidades podem ser confirmadas nas delações premiadas dos empresários, abriram uma nova empresa de publicidade chamada MATCH COMUNICAÇÃO, no dia 19/09/2017.



A finalidade da criação dessa empresa, de acordo com nossos "olheiros", seria suceder a ARCOS nos contratos  com prefeituras e órgãos públicos. As licitações para contratação de empresas de publicidade pelo menos duas dessas prefeituras e um órgãos de uma secretaria do governo de Pernambuco, inclusive, estariam numa espécie de "stand by", à espera de que a formalização da nova empresa dos sócios André Gustavo venha a se concretizar. É que a ARCOS estaria "bichada" e sob monitoramento da Polícia Federal (como se qualquer movimentação de seus sócios e de pessoas ligadas a seus negócios também não estivesse).



A Match Comunicação terá localização num "escritório virtual" chamado Àgora, no endereço situado na Rua Abelardo, 45, Graças e como Sócios, Carlos Renato Barreto de Lima Rocha e Maria Paula Londres Lopes Duraes.




Tanto Carlos Renato Barreto de Lima Rocha quanto Maria Paula Londres Lopes Duraes figuram como sócios também da ARCOS, ao lado de Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior, preso com o irmão André Gustavo Vieira e de Pedro Arlant Neto.



André Gustavo, que continua preso em Curitiba e participa hoje de audiência de instrução do processo a que responde juntamente com o irmão e Bendine, deverá ser acompanhado por seu novo advogado José Caubi Diniz Junior, de Brasília. Cogita-se que a troca de advogado feita por André Gustavo teria por finalidade a negociação de um acordo de colaboração premiada, já que seu advogado anterior não concordaria com o instituto da delação. 

LEIA O QUE JÁ PUBLICAMOS SOBRE A ARCOS:














MAIS VISITADAS DO MÊS

Justiça recebe denúncia contra tenente coronel da PMPE acusado de assediar sexualmente 4 subordinadas policiais militares

Indústria de multas de Geraldo Júlio arrecadou R$ 230 milhões em apenas 4 anos enquanto gastos com educação no trânsito não chegam a R$ 550 mil

Roberto Viana e o Game of Thrones de Pernambuco

Antônio Campos cumpriu o que disse à Época e depôs hoje, no MPF, como testemunha em inquérito sigiloso envolvendo caciques do PSB. Vejam a nota

Monitoramento e "grampos" contra Coronel Meira e Antonio Campos teriam sido ordenados ao DRACO pelo Palácio, segundo informe da Inteligência da PM ao Coronel. Leia denúncia à PF