LADRÕES DE MERENDA ESCOLAR: GAECO (MPPE), CGU E POLÍCIA CIVIL FAZEM OPERAÇÃO CONTRA ORCRIM QUE DESVIOU MAIS DE R$ 18 MILHÕES UTILIZANDO EMPRESAS FANTASMAS EM QUIPAPÁ

Foto: G1


Operação Gênesis: MPPE, CGU e Polícia Civil cumprem mandados de busca e apreensão para desarticular grupo criminoso que desviou recursos da Prefeitura de Quipapá

Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Ministério da Transparência e Controladoria Geral da União (CGU) e Polícia Civil cumprem, na manhã desta quinta-feira (14), 15 mandados de busca e apreensão no âmbito da Operação Gênesis. A operação conjunta mobiliza um total de 70 policiais civis, 12 integrantes do Grupo de Apoio Especializado ao Combate às Organizações Criminosas do MPPE (Gaeco) e oito servidores da CGU e visa desarticular uma organização criminosa que, segundo apontam as investigações, seria responsável por fraudes em licitações para contratação de serviços pela Prefeitura de Quipapá, na Mata Sul do Estado.

Dados preliminares apontam que, somente em Quipapá a quantia de dinheiro desviado pelo esquema chega a R$ 18 milhões, dos quais R$3,5 milhões seriam de recursos federais. O modus operandi do grupo inclui a atuação coordenada de empresas e agentes públicos para direcionar os processos licitatórios, assegurando que os contratos sejam firmados com empresas fantasmas. Além de Quipapá, também estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Garanhuns, Correntes, Terezinha, Caruaru e Recife.

As investigações tiveram como foco contratos para a oferta de alimentação escolar aos estudantes matriculados em todas as etapas e modalidades da educação básica. Foram alvo do esquema a rede pública e entidades qualificadas como filantrópicas. 

Mais detalhes sobre a operação serão repassados em entrevista coletiva na sexta-feira (15), às 10 horas, na sede do MPPE, na rua do Imperador Dom Pedro II, 473, Santo Antônio.

* Com informações da Assessoria de Imprensa do MPPE e da CGU

MAIS VISITADAS DO MÊS

Milionários pernambucanos aparecem na "caixa preta" do BNDES anunciada por Bolsonaro. Saiba quem são.

Lava Jato chega a Pernambuco: "Amplo esquema criminoso leva Lava Jato a bloquear mais de R$ 3,5 bilhões do PSB, de FBC, do Espólio de Eduardo Campos, Do MDB e de Eduardo da Fonte além de vários empresários

Cunhado de Paulo Câmara ganha cargo comissionado na Presidência do TRT6. Funcionários veem favorecimento

Veja: Bolsonaro indica para o CADE advogada acusada de vender decisões do STJ para a JBS. A advogada é filha de uma desembargadora federal bolsonarista

Conselheiro do TCE/RJ, ligado ao MDB, é o mandante do assassinato de Marielle, revela inquérito da Policia Federal. O motivo seria vingança contra Freixo por perda do foro privilegiado