LADRÕES DE MERENDA ESCOLAR: GAECO (MPPE), CGU E POLÍCIA CIVIL FAZEM OPERAÇÃO CONTRA ORCRIM QUE DESVIOU MAIS DE R$ 18 MILHÕES UTILIZANDO EMPRESAS FANTASMAS EM QUIPAPÁ

Foto: G1


Operação Gênesis: MPPE, CGU e Polícia Civil cumprem mandados de busca e apreensão para desarticular grupo criminoso que desviou recursos da Prefeitura de Quipapá

Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Ministério da Transparência e Controladoria Geral da União (CGU) e Polícia Civil cumprem, na manhã desta quinta-feira (14), 15 mandados de busca e apreensão no âmbito da Operação Gênesis. A operação conjunta mobiliza um total de 70 policiais civis, 12 integrantes do Grupo de Apoio Especializado ao Combate às Organizações Criminosas do MPPE (Gaeco) e oito servidores da CGU e visa desarticular uma organização criminosa que, segundo apontam as investigações, seria responsável por fraudes em licitações para contratação de serviços pela Prefeitura de Quipapá, na Mata Sul do Estado.

Dados preliminares apontam que, somente em Quipapá a quantia de dinheiro desviado pelo esquema chega a R$ 18 milhões, dos quais R$3,5 milhões seriam de recursos federais. O modus operandi do grupo inclui a atuação coordenada de empresas e agentes públicos para direcionar os processos licitatórios, assegurando que os contratos sejam firmados com empresas fantasmas. Além de Quipapá, também estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Garanhuns, Correntes, Terezinha, Caruaru e Recife.

As investigações tiveram como foco contratos para a oferta de alimentação escolar aos estudantes matriculados em todas as etapas e modalidades da educação básica. Foram alvo do esquema a rede pública e entidades qualificadas como filantrópicas. 

Mais detalhes sobre a operação serão repassados em entrevista coletiva na sexta-feira (15), às 10 horas, na sede do MPPE, na rua do Imperador Dom Pedro II, 473, Santo Antônio.

* Com informações da Assessoria de Imprensa do MPPE e da CGU

MAIS VISITADAS DO MÊS

Única nota 1000 do ENEM de Pernambuco faz homenagem a seu professor de Português

Exclusivo: Sai João e entra Tadeu na sucessão no Recife

À Época, Antônio Campos afirma ter denunciado, às autoridades, esquema maior do que o da Paraíba, operando em Pernambuco pelas mãos de Renata Campos e do PSB

Coincidência: donos do terreno desapropriado por R$ 38 milhões por Geraldo Julio são parentes de outro prefeito do PSB

Ataques de Secretário de Geraldo Julio contra Patrícia Domingos em debate são confissão de pânico de uma possivel candidatura da policial à Prefeitura do Recife