PREFEITO DE ESCADA, DO PSB É DENUNCIADO AO MINISTÉRIO PÚBLICO E AO TCE POR DIVERSAS IRREGULARIDADES E PASSA A PERSEGUIR SINDICALISTAS QUE O DENUNCIARAM.


O prefeito de Escada, Lucrécio Gomes, do PSB, em represália às diversas denúncias de que tem sido alvo por parte do Sindicato dos Professores da Rede Municipal daquele Município (SindiProme), simplesmente resolveu descumprir a lei e mandar cancelar os repasses das contribuições dos servidores para o sindicato.

A mesma prática foi recentemente utilizada pelo chefe do prefeito, o governador Paulo Câmara, que mandou cortar os repasses das contribuições dos policiais militares à Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco na tentativa de impedir a atividade sindical da entidade, na defesa de seus associados e por conta da flagrante ilegalidade acabou causando, juntamente com seu secretário de Administração, Milton Coelho, também do PSB, o bloqueio judicial das contas do Estado de Pernambuco (Leia em , o que é uma vergonha para um governador que é casado com uma Juíza de Direito, mostrar que não respeita o Judiciário e ainda dá mau exemplo a seus comandados, como é o caso do Prefeito de Escada.

Não é à toa que o prefeito de Escada Lucrécio Gomes, recentemente, teve suas próprias contas bloqueadas pela Justiça, a pedido do Ministério Público Estadual, na pessoa do Promotor de Justiça Ivo pereira de Lima, que constatou pagamentos feitos pelo prefeito, aliado de Paulo Câmara a uma construtora chamada Momento Construções e Serviços por reformas em escolas jamais realizadas. numa ação por improbidade administrativa. Por descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal e não atender as notificações do TCE, o aliado de Paulo Câmara foi multado (Leia em Prefeito de Escada multado pelo TCE por desrespeitar LRF).

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos