SECRETARIA LGBT DO PT REPUDIA CANDIDATURA DE ODACY AMORIM E DECLARA APOIO A MARÍLIA ARRAES AO GOVERNO DE PERNAMBUCO

MARÍLIA ARRAES PRESIDE A FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DA CIDADANIA LGBT DO RECIFE. JÁ ODACY AMORIM GANHOU A PECHA DE "HOMOFÓBICO" DEPOIS DE VOTAR REITERADAS VEZES CONTRA A CRIAÇÃO DA FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DOS DIREITOS DOS LGBTS NA ALEPE


Por uma Candidatura Própria, colorida e pró-LGBT do PT ao Governo do Estado de Pernambuco!

Após um processo de reflexão, a *Secretaria LGBT do Partido dos Trabalhadores de Pernambuco* torna público seu posicionamento pela candidatura própria do PT ao Governo de Pernambuco no ano de 2018. A conjuntura que se apresenta exige que o nosso partido apresente uma *candidatura própria* que ofereça uma alternativa ao desgoverno Paulo Câmara e aos partidos golpistas da base do Presidente Ilegítimo Michel Temer.

Nessa direção, a *Secretaria LGBT do PT de Pernambuco* defende a candidatura da companheira Marília Arraes ao Governo do Estado, tendo a compreensão que é essa candidatura que representa nossas demandas pela cidadania LGBT e pelo enfrentamento à LGBTfobia.

Inclusive, Marília Arraes é a presidenta da Frente Parlamentar em defesa da cidadania LGBT de Recife e conta com o apoio maciço dos movimentos sociais de diversidade sexual e gênero da nossa cidade e do nosso Estado.



“Este dia 13 marca um momento que eu quero
tornar realmente oficial a nossa pré-candidatura
 ao Governo de Pernambuco”,
disse Odacy, citando as presenças
do ex-prefeito João Paulo (PT), de Oscar Barreto (PT),
 que representou o diretório estadual,
e do ex-vereador Dilson Peixoto,
representando o senador Humberto Costa (PT).
(Blog da Folha)
Também rechaçamos a possibilidade do PT indicar como pré candidato majoritário ao Governo do Estado de Pernambuco parlamentar que reiteradamente se posiciona de forma contrária aos direitos da população LGBT, a exemplo do seu voto contrário à criação da frente parlamentar LGBT na ALEPE em 2015, da sua participação efetiva na frente parlamentar em defesa da família que discrimina e exclui as composições familiares dos LGBTs , entre outros . Em tempos de derrocada de direitos , se faz necessário apontar políticas de inclusão cidadã e não retroceder aos tempos medievais de negação da nossa diversidade.

Assim, convidamos todas as secretarias e setoriais do PT de Pernambuco a se posicionarem nesse cenário apontando ao diretório estadual o desejo da base de filiados/as que constrói cotidianamente o nosso partido.

É *Marília Arraes* governadora . É 13!

Recife, 14 de dezembro de 2017.

Secretaria LGBT do Partido dos Trabalhadores de Pernambuco.

LEIA MAIS SOBRE A PRÉ-CANDIDATURA DE ODACY AMORIM AO GOVERNO DE PERNAMBUCO EM ODACY AMORIM É INVIÁVEL COMO CANDIDATO PELO PT AO GOVERNO DE PERNAMBUCO! SAIBAM O PORQUÊ

MAIS VISITADAS DO MÊS

Única nota 1000 do ENEM de Pernambuco faz homenagem a seu professor de Português

Exclusivo: Sai João e entra Tadeu na sucessão no Recife

À Época, Antônio Campos afirma ter denunciado, às autoridades, esquema maior do que o da Paraíba, operando em Pernambuco pelas mãos de Renata Campos e do PSB

Coincidência: donos do terreno desapropriado por R$ 38 milhões por Geraldo Julio são parentes de outro prefeito do PSB

Ataques de Secretário de Geraldo Julio contra Patrícia Domingos em debate são confissão de pânico de uma possivel candidatura da policial à Prefeitura do Recife