HÁ 54 ANOS MIGUEL ARRAES ORGULHAVA OS PERNAMBUCANOS AO SER PRESO PARA NÃO CEDER AOS MILITARES QUE EXIGIAM SUA RENÚNCIA, HOJE PAULO CÂMARA ENVERGONHA ESSE MESMO POVO COM O PALÁCIO CERCADO PELA PF PARA PRENDER SEUS COMANDANTES DA CASA MILITAR QUE ROUBARAM DESABRIGADOS DAS ENCHENTES. RELEMBREM E COMPAREM!



Há exatos 54 anos, no dia 1º de abril de 1964, Oficiais do IV Exército entraram no Palácio das Princesas, queriam que o então Governador de Pernambuco Miguel Arraes  assinasse um documento de renúncia, passando a chefia do Poder Executivo ao vice-governador Paulo Guerra, mas Arraes se recusou a entregar àqueles que implantavam uma Ditadura Civil-Militar a partir daquele dia, no País, o mandato que lhe havia sido conferido pelo povo de Pernambuco e por isso recebeu voz de prisão e foi levado para o segundo pavimento do Palácio das Princesas. Estava deposto. Depois. com sua esposa, D. Violeta Arraes, deixou a sede do governo num “Volkswagen” dirigido por seu cunhado Waldir Ximenes: Arraes estava preso e deposto por honrar o povo de Pernambuco e a democracia.
Passados 54 anos desse episódio, eis que um novo cerco se fez recentemente ao Palácio do Campo das Princesas, só que razões muito diversas. Desta feita não eram militares que cercavam o Palácio para depor um governador democrata, mas a Polícia Federal para prender os comandantes da Chefia da Casa Militar do Governador Paulo Câmara e ali realizar buscas e apreensões de documentos que comprovaram um escândalo: que os chefes da Casa Militar do atual governador de Pernambuco, Paulo Câmara, homens da inteira confiança desse governador, portanto, teriam desviado milhões de recursos públicos federais que deveriam ter sido utilizados no socorro das vítimas das enchentes de devastaram vários Municípios da Mata Sul de Pernambuco. Era a Operação Torrentes!
Relembrem o Discurso de Miguel Arraes pouco antes da ocupação do Palácio pelas Forças Armadas há 54 anos!

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos