Outdors do SIMPERE desmascaram falta de investimentos de Geraldo Júlio em Educação. Até a merenda fornecida por investigada na Ratatuille foi denunciada


Uma campanha publicitária lançada pelo SIMPERE, Sindicato que representa os Profissionais de Educação da Prefeitura do Recife, contrapõem-se àquela que vinha sendo alardeada pelo prefeito do Recife, Geraldo Júlio, país à fora, para dar destaque à sua gestão, em que chamava Recife de "Capital do Nordeste" em decorrência de seus feitos como prefeito.

Segundo o SIMPERE, Geraldo Júlio estaria gastando milhões em publicidade para fazer propaganda da própria gestão, mas não estaria investindo devidamente em Educação, já que sequer o "Piso Nacional da Educação" devido aos professores e professoras estaria sendo pago pelo gestor. Além disso, as condições físicas das salas de aula e creches deixariam a desejar, pois são quentes e superlotadas. Sobre a merenda servida às crianças, alvo inclusive de denúncia pelo próprio SIMPERE ao Ministério Público de Pernambuco e ao Tribunal e Contas do Estado, dentre outros motivos, por ser fornecida pela empresa Casa de Farinha, alvo da Operação Ratatuille, da Delegacia de Combate aos Crimes Contra a Administração Pública, que apontou superfaturamento em contratos e alimentos estragados sendo servidos às crianças do Cabo e Santo Agostinho (Simpere denuncia contratos da Merenda do Recife no MPPE e no TCE: falta de transparência, má qualidade e até produtos vencidos são alvo da denúncia), esta seria "precária".

Os "outdors" foram espalhados em vários pontos estratégicos da Capital pernambucana em trazem os dizerem "Recife capital do Nordeste onde até a merenda é precária", "Recife capital do Nordeste em falta de creches, salas quentes e superlotadas", "Recife, Capital do Nordeste que menos investe em professores e professoras", "Recife capital do Nordeste em péssimas condições de trabalho nas escolas".

Na Fan Page do SIMPERE, as fotos foram postadas com a seguinte mensagem (ACESSE AQUI):

"SIMPERE LANÇA NAS RUAS UMA GRANDE CAMPANHA PUBLICITÁRIA DESMASCARANDO AS PROPAGANDAS DA PREFEITURA DO RECIFE

Nos últimos meses, a Prefeitura do Recife criou uma campanha publicitária, intitulando nossa cidade como "Recife, a capital do Nordeste".
É um absurdo gastar milhares de reais com propaganda ao invés de investir na educação e em seus profissionais! 
O SIMPERE vem tornar público a todos(as) recifenses, os reais problemas de nossa cidade, em especial na área de educação. Por isso, colocamos, de forma irônica em diversos outdoors espalhados por Recife, 4 eixos de nossa campanha, buscando mostrar os problemas enfrentados na educação e dialogando com as demandas da população de nossa cidade. Os eixos são:

Recife a capital do Nordeste... 

...que menos investe nos professores e professoras!
... em péssimas condições de trabalho nas escolas!
... em falta de creches, salas quentes e superlotadas!
... onde até a merenda é precária! 

Ou o prefeito Geraldo Julio investe na educação, garantindo condições de trabalho e reajusta o piso em toda a carreira dos professores e professoras ou não sairemos das ruas! 

GERALDO JULIO, PAGUE O PISO DOS PROFESSORES NA CARREIRA!

DIREÇÃO COLEGIADA SIMPERE - GESTÃO RESISTÊNCIA E LUTA"









MAIS VISITADAS DO MÊS

Certidão de Óbito autenticada pelo TJPE atesta morte de morador de Prazeres, em Jaboatão, Pernambuco, por coronavírus, mas SES não o inclui nas estatísticas. Secretaria silencia sobre o caso

URGENTE! Governo de Pernambuco estaria escondendo duas mortes por coronavírus. Denúncia é de policiais civis que trabalham no IML que não teriam equipamentos adequados para autópsia

Pacto Pela Morte: Delegados denunciam ordem do Governo Paulo Câmara que facilita prescrição de crimes, principalmente de homicídios, inclusive com ameaças de perseguições contra quem não aceitar prevaricar

Empresário que escapou de quarentena e levou covid-19 para sul da BA é filho de uma desembargadora do TJ/CE, ex-conselheira do CNJ

Direita já se organiza para derrubar Bolsonaro, o louco. Frota protocola impeachment e Janaina decreta: "esse senhor tem que sair"