Casamento PT-PSB volta da porta da Igreja e vai direto pro Cemitério de Santo Amaro. Pernambuco quer a vice de Ciro


Conforme nosso Blog já havia antecipado, a tão alardeada aliança entre o PT e o PSB não passava de um factoide para sabotar a candidatura da vereadora do Recife, a petista Marília Arraes, que tem despontado como a única candidatura capaz de derrotar o atual governador Paulo Câmara em sua pretensão de reeleição. Na liderança das recentes pesquisas de opinião, sem nunca ter disputado uma eleição majoritária, diferentemente de seus principais opositores, Marília ganhou destaque na mídia nacional como verdadeiro fenômeno que devolveu ao PT de Pernambuco, o protagonismo que havia perdido com a entrega da Prefeitura do Recife, de mãos beijadas ao PSB, em 2012.

Não só a base petista nunca aceitou qualquer aliança do PT com o PSB em Pernambuco,  o que por si só já deveria ser suficiente para inviabilizar tal aliança, como era certo que jamais o PSB de Pernambuco teria condições de obter dos demais Diretórios Estaduais o apoio exigido pelo PT à candidatura petista à presidência, seja ela de Lula ou de quem vier a substitui-lo.

Já na segunda-feira (25), reunidos com o presidente do PSB, em Brasília, 16 dos 26 diretórios estaduais do Partido já haviam manifestado preferência por apoiar a candidatura do pedetista Ciro Gomes à Presidência, enquanto outros quatro manifestaram preferência pelo apoio ao tucano Geraldo Alckmin. Apenas Pernambuco e Amapá se posicionaram pelo apoio ao PT, numa eventual candidatura petista ao Planalto. Ali já ficou evidente que seria inviável a Paulo Câmara entregar ao PT o que lhe era exigido para que os petistas de prestassem a rifar a tantas vezes alardeada pela mídia pernambucana "retirada" da candidatura de Marília Arraes para que o PT apoiasse sua candidatura em troca de uma vaga para Humberto Costa na chama do socialista (Leia em http://www.valor.com.br/politica/5620651/maioria-dos-presidentes-estaduais-do-psb-defende-alianca-com-ciro).

Ciente de que já conta com o apoio da maioria esmagadora dos Diretórios Estaduais do PSB e de que esse apoio significa o sepultamento das pretensões de Paulo Câmara obter o apoio do PT em Pernambuco pela retirada da candidatura de Marília Arraes, Ciro Gomes veio a Pernambuco incensar um visivelmente contrariado Paulo Câmara, que apesar dos rasgados elogios e paparicos recebidos de Ciro, a quem terá que engolir goela abaixo, mal disfarçou o desconforto pela derrota por não ter conseguido impor sua vontade aos membros de seu Partido. Ora, se sua reeleição não é prioridade para o PSB, como Paulo Câmara pode pretender que seja para os petistas, em detrimento da candidatura de Marília Arraes?

Na Coluna da sempre muito bem informada Monica Bergamo, da Folha de São Paulo de hoje (28), a pedra é novamente cantada. Segundo a Colunista, os dirigentes do PT que pregam que a legenda endureça na negociação com o PSB, exigindo que os socialistas apoiem a candidatura presidencial em troca de aliança em Pernambuco, dizem que só essa troca compensa retirar a pré-candidata Marília Arraes da disputa ao governo no estado, pois a saída dela e a adesão à candidatura do atual governador, Paulo Câmara (PSB-PE), à reeleição pode significar 'o fim' do PT em Pernambuco. É claro que quem impôs tal condição inexequível, já a impôs por ter ciência de que Paulo Câmara não seria capaz de cumpri-la e mais, por não querer apoiá-lo por saber, como lembrou Monica Bergamo, que esse seria "o fim do PT em Pernambuco". 

A pá de cal definitiva: tanto o Correio Braziliense, quanto o Blog "Conversa Afiada" confirmam o óbvio, que o PSB vai mesmo de Ciro Gomes (Leiam em https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2018/06/28/interna_politica,691541/psb-marcha-rumo-a-candidatura-de-ciro-gomes-pressionado-por-governador.shtml e https://www.conversaafiada.com.br/politica/psb-decide-apoiar-ciro-). Não há mais razão para que o PT de Pernambuco continue se humilhando e atrapalhando a pré-candidatura de Marília Arraes que já deveria estar livre para compor sua chapa e seu programa de governo em vez de ter que ficar se defendendo de ataques de pessoas de seu próprio Partido a serviço do PSB, que como algum petista falou a Monica Bergamo, parece querer "o fim do PT em Pernambuco".

Fontes ligadas ao PSB confirmaram há pouco, ao nosso Blog, que o apoio do PSB a Ciro Gomes é real e deverá ser oficializado em breve e que, inclusive, Pernambuco estaria postulando a indicação da vice-presidência.

Conforme temos afirmado há tempos, quem está na porta do Cemitério porque já nasceu morta é a tal aliança PT-PSB.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

É tetra! Prefeitura do Recife recebe a quarta "visita" da Polícia por fraudes na pandemia, desta vez foi a DECOT. A prefeitura nega envolvimento