Paulo Câmara na iminência de perder apoio do PDT. Ultimato foi dado por Lupi a Zé Queiroz que não poderá integrar chapa socialista



O presidente nacional do PDT avisou a Zé Queiroz que se o PSB não apoiar a candidatura de Ciro Gomes à presidência, nem ele, Zé Queiroz, obterá autorização para compor a chapa majoritária de Paulo Câmara, nem seu filho, Wolney Queiroz poderá levar o PDT para o palanque de reeleição do governador.

A decisão foi tomada e o aviso foi dado depois que Paulo Câmara declarou apoio à Lula e ainda passou a sabotar as tentativas de vários outros integrantes do PSB para que esse Partido viesse a apoiar Ciro Gomes. Segundo nossas fontes, Ciro estaria com verdadeiro ódio tanto de Paulo Câmara quanto de Geraldo Júlio por enxergar em ambos dois poços de falsidade, já que na conversa que tiveram com o presidenciável do PDT expressaram uma posição, para logo em seguida, declararem apoio a Lula.

Diante disso, Lupi procurou Zé Queiroz, que é o fiador do apoio do PDT a Paulo Câmara e já o alertou que desta vez não liberará o PDT para seguir o que Zé Queiroz decidir, como fez em outras oportunidades, pois os interesses nacionais do Partido na candidatura de Ciro serão priorizados.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Desembargador extingue reclamação do Estado de Pernambuco contra decisão do Juiz que mandou suspender retorno das aulas presenciais