Zelotes: Saiba quem é a pernambucana misteriosa alvo da Operação e que guardava muito dinheiro em sua residência apreendido pela PF. Conselheira do CARF, investigada é Auditora da Receita Federal



O nome da Conselheira do Carf que foi alvo de um mandado de Busca e Apreensão na manhã de hoje pela Polícia Federal, no âmbito da Operação Pelotes vinha sendo mantido em sigilo, apesar de em sua residência ter sido encontrada grande quantidade de dinheiro. Entretanto, fontes do Blog revelaram que se trata da Auditora da Receita Federal Mércia Helena Trajano D'Amorim, que foi desligada do Carf em 2017 em razão do fim do prazo de sua designação.

Mércia Trajano é recifense e já exerceu três mandatos como Conselheira do CARF tendo sido presidente da Segunda Turma Especial vinculada à Segunda Câmara daquele colegiado (Ver Currículo).

A Operação Zelotes que já chegou à sua 10ª Fase, investiga o envolvimento de Conselheiros do CARF na venda de decisões para favorecimento de empresas para que essas se livrassem da obrigação de pagamentos de tributos devidos à Receita Federal.

Em Pernambuco, além da Auditora Mércia Trajano, que foi alvo da busca e apreensão de hoje, advogada tributarista Mary Elbe Queiroz, que já foi Auditora da Receita, foi denunciada junto com o ex-ministro Guido Mantega em uma Fase anterior da Operação (http://www.mpf.mp.br/df/sala-de-imprensa/noticias-df/operacao-zelotes-mpf-df-denuncia-guido-mantega-e-outras-13-pessoas).

Um outro auditor da Receita Federal, cujo nome ainda não descobrimos, mas vamos descobrir, foi alvo da 6ª Fase da Zelotes.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues