IPESPE/FOLHA: 47% NÃO VOTARIAM EM PAULO CÂMARA DE JEITO NENHUM. GOVERNADOR É LÍDER EM REJEIÇÃO





Pesquisa IPESPE, divulgada em parceira com a Folha de Pernambuco aponta empate técnico entre o governador Paulo Câmara, candidato à reeleição, pelo PSB, com 30% e o senador Armando Monteiro, do PTB, com 24%. Apesar de Câmara aparecer nominalmente à frente de Armando, a pesquisa os considera empatados em razão da margem de erro ser de 3,5%.

Em terceiro lugar aparecem empatados tecnicamente os demais candidatos: Maurício Rands (PROS), 4%, Danielle Portela (PSOL), 3%, Júlio Lossio (Rede), 3% e Simone Fontana (PSTU), 2%.

Brancos, nulos e nenhum chegaram a 27%, ao passo que 8% ou não sabem em quem vão votar ou não responderam.

A pesquisa ouviu 800 entrevistados por telefone e traz como dado importante a alta rejeição dos eleitores a Paulo Câmara, que aparece renegado por 47% dos entrevistados, que afirmaram não votar no governador de jeito nenhum.

Armando Monteiro é rejeitado por 38% dos entrevistados, ao passo que Maurício Rands tem rejeição de 35% dos eleitores, enquanto Julio Lossio e Simone Fontana são rejeitados por 30% dos eleitores ouvidos pelo IPESPE. Danielle Portela tem 29% de rejeição.
Especialista em pesquisa eleitoral ouvido pelo Blog da Noelia Brito considera que a margem de erro real dessa pesquisa IPESPE é superior a 5%, para mais ou para menos e não os 3,5% anunciados pelo instituto. Ainda segundo o especialista, a pesquisa telefônica precisa de uma quantidade muito maior de entrevistados. 800 para Pernambuco é muito pouco, exceto se a base de dados for muito boa, bem segmentada.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Desembargador extingue reclamação do Estado de Pernambuco contra decisão do Juiz que mandou suspender retorno das aulas presenciais