Pular para o conteúdo principal

Tenebrosas transações: Sob a presidência de Gleisi Hoffmann, PT arrisca virar legenda de aluguel ao entregar tempo de TV do Partido a candidatos que chamava de "golpistas"



O Partido dos Trabalhadores, que até bem pouco tempo era aclamado como o maior partido de esquerda da América Latina, corre o risco de ficar reduzido a mais uma legenda de aluguel, desde que a senadora Gleisi Hoffmann assumiu sua presidência.

Não se sabe ao certo quais foram as contrapartidas que legendas como o PSB e o MDB deram ao PT de Gleisi Hoffmann em troca do tempo de televisão do Partido dos Trabalhadores em Estados como Pernambuco e Alagoas, mas chama atenção o fato de que acordos mal explicados tenham sido celebrados para que o PT apoiasse Paulo Câmara e Renan Filho em seus Estados, quando sabidamente esses acordos não reverterão nem em votos nem em apoio das militâncias locais, que publicamente têm repudiado esses apoios.

Confira abaixo trecho de discurso de Camilo em que o governador pede voto à reeleição de Eunício: 
Tocador de vídeo
00:00
00:11








No Ceará, apesar de já contar com o apoio de 20 Partidos em torno da candidatura de Camilo Santana, o PT aceitou em seu palanque o presidente do Senado, Eunício Oliveira, do MDB, que comandou as articulações para o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Durante a Convenção do PT do Ceará, o governador petista gritou a plenos pulmões que Eunício era o seu candidato ao senado. A mesma Gleisi Hoffmann que deu declarações à imprensa dizendo que Camilo teria que se explicar por preferir apoiar Eunício Oliveira à reeleição do petista José Pimentel mandou tirar de Pauta na Convenção Nacional do PT, ontem, o recurso interposto pela deputada federal Luizianne Lins contra esse acordo considerado espúrio por muitos petistas cearenses, em especial pela ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins.

A mesma manobra foi aplicada por Gleisi Hoffmann para impedir que o recurso interposto contra a aliança do PT de Pernambuco com o PSB fosse votada ontem. Um intervenção da cúpula petista, comandada por Gleisi Hoffmann e Humberto Costa, retirou a candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco, mesmo com a petista estando à frente de Câmara nas pesquisas eleitorais, para dar o tempo de TV do PT de Pernambuco ao PSB. O que a cúpula petistas recebeu do PSB e do MDB em troca para prejudicar o próprio PT é a grande questão a ser respondida por esses que hoje se apresentam como porta-vozes de Lula, que incomunicável, só se expressa por intermédio desses dirigentes que de há muito perderam a credibilidade junto à militância do PT.


Em Pernambuco, o papel sinistro de porta-voz da capitulação da cúpula do PT ao que eles mesmos alardearam ser um "golpe", veio pelas mãos e palavras do senador Humberto Costa, que declarou que Paulo Câmara era seu candidato ao governo de Pernambuco e que se sentia bem pedindo votos para Jarbas Vasconcelos. Câmara, na qualidade de vice-presidente nacional do PSB não apenas liberou quatro dos seus secretários para eu reassumissem mandatos na Câmara para votarem a favor do impeachment de Dilma, como ameaçou expulsar quem votasse contra, mediante o expediente que Partidos chamam de "fechar questão".

Jarbas Vasconcelos, não só foi artífice do impeachment, como sempre chamou o PT de "quadrilhão". Ao pedir votos para Jarbas, Humberto Costa está referendando tudo que o emedebista sempre disse sobre seu Partido, o PT.

Para ludibriar a opinião pública, esse dirigentes e partidos que a cúpula petista absolveu do golpe que mergulhou o País no mais profundo caos institucional, social e econômico, têm declarado que votarão em Lula, sabidamente inelegível. Outra mentira que tem sido alardeada até pela mídia é que o PSB não dará seu tempo de TV a Lula, mas que ele terá palanques em diversos Estados. Como alguém preso e isolado em uma sala da Polícia Federal em Curitiba subirá nesses palanques é que os propagadores dessa debochada informação ainda não souberam explicar.

A falácia de que o PSB apoiaria Lula tem caído por terra após as Convenções estaduais desse Partido, onde o apoio ao PT e a Lula tem sido rechaçado, com declarações explícitas de apoio a outros candidatos, tais como Ciro Gomes em Minas Gerais, onde até tapas foram trocados contra o apoio a Lula, Espírito Santo, Distrito Federal, apenas para citar alguns. Em São Paulo, Márcio França, que à frente do governo daquele Estado declarou apoio a Alckmin, do PSDB, amarga uma vexaminosa terceira colocação, atrás de João Doria e Paulo Skaff.

Quando de fato vierem à tona todos os detalhes das "tenebrosas transações" firmadas às escondidas pelo PT de Gleisi Hoffmann, o PSB e o MDB, como diria Dilma Rousseff, "não ficará pedra sobre pedra".

MAIS VISITADAS DO MÊS

Durante julgamentos de interesse da gestão Geraldo Julio, um dos quais envolvendo a Casa de Farinha, Conselheiros do TCE/PE perdem a calma, gritam e interrompem Procuradora que combate a corrupção no Governo de Pernambuco e na Prefeitura do Recife

Exclusivo: TJPE determina afastamento do Prefeito de Paulista, Junior Matuto, a pedido do Dracco, por desvios de R$ 21 milhões em PPP do lixo com a empresa Locar

"Grampos" da Operação Locador, do DRACCO, mostram temor de investigados de que chefões da gestão Matuto lhes fizessem "mal" e espanto com pagamentos em dinheiro vivo feitos pelo prefeito na compra de terrenos

PF volta à Prefeitura do Recife em mais duas Operações por desvios de recursos públicos na pandemia: Bal MAsqué e Apneia III. Diretor Financeiro é afastado do cargo pro pagar mais de R$ 7 milhões por produtos jamais entregues

Braço direito de Geraldo Julio, João Guilherme Ferraz incentivou e até debochou do fato de serem adquiridos respiradores testados apenas em porcos: "Leia c bons olhos kkkkkkk"