Coordenadores da Comissão Executiva Estadual da Rede/Pe divulgam Carta de Renúncia



NOTA PÚBLICA CONJUNTA

Através da presente, após formalização do pedido de renúncia à Comissão Executiva Estadual da REDE/PE e de desfiliação do partido, os agora Ex-Coordenador de Formação Política Estadual, Victor Lima, e o Ex-Coordenador Executivo Estadual, Atailton Tavares, vêm a público esclarecer os fatos que seguem:

Considerando que recentemente o candidato ao Governo de Pernambuco pela REDE SUSTENTABILIDADE, Júlio Lóssio, firmou aliança política com os representantes do presidenciável Jair Bolsonaro em Pernambuco, Coronel Meira e Gilson Machado;

Considerando que a Comissão Executiva Estadual da REDE/PE recusou qualquer punição contra o candidato ao Governo de Pernambuco Júlio Lóssio, aceitando tacitamente a referida aliança, uma vez que a publicação de uma mera nota não resulta qualquer efeito prático, sendo portanto inócua;

Não restou alternativa aos agora ex-coordenadores da Comissão Executiva Estadual da REDE/PE, que não fosse apresentar suas renúncias aos cargos ocupados na instância partidária citada e a solicitação de desfiliação do Partido Rede Sustentabilidade.

A decisão de renúncia e desfiliação tem origem no compromisso de ambos em defesa da democracia e dos direitos humanos, rechaçando qualquer aliança que possa favorecer, fortalecer ou dar condições políticas para aqueles que representam o campo da ultradireita em nosso País, visto que este espectro ideológico guarda total menosprezo aos direitos humanos e aos valores democráticos tão duramente conquistados pela humanidade.

Os valores democráticos, os princípios republicanos e a defesa dos direitos humanos devem estar acima de qualquer cálculo eleitoral.

A história registrará que ambos se opuseram a qualquer movimento implícito ou explícito que possa favorecer ou dar condições políticas ao candidato Jair Bolsonaro.

Recife, 17 de Setembro de 2018.

VICTOR LIMA

ATAILTON TAVARES

MAIS VISITADAS DO MÊS

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos