ROBERTA ARRAES USA CNPJ DE HUMBERTO COSTA PARA BURLAR ORDEM JUDICIAL QUE MANDA RECOLHER PROPAGANDA COM LULA, PROIBIDA PELO TRE/PE, DENUNCIA OPOSIÇÃO A JUSTIÇA


Após ser condenada pela Justiça Eleitoral a recolher o material de campanha em que aparece ao lado do ex-presidente Lula e de ser notificada por diversas vezes para dar cumprimento à ordem judicial, a deputada Roberta Arraes, candidata à reeleição teria sido flagrada utilizando-se do CNPJ de campanha do senador Humberto Costa para com isso burlar a ordem judicial que a proíbe de se associar à imagem de Lula, já que somente os candidatos proporcionais do PT poderiam utilizar essa imagem e a chapinha do PT não coligou com nenhum outro Partido, conforme decisão do próprio TRE/PE. A denúncia foi feita pela Coligação “PERNAMBUCO VAI MUDAR COM SEUS DEPUTADOS ESTADUAIS”, formada pelo PTB-PPS-PSDB-DEM-PRB-PODEMOS. Surpreendentemente outros candidatos como o Deputado Eduardo da Fonte, também do PP têm usado e abusado da imagem do ex-presidente Lula sem que o próprio PT tome providências no sentido de preservar o direito de seus próprios candidatos ao uso da imagem de Lula.

Não se sabe ao certo que o uso do CNPJ de campanha de Humberto Costa por Roberta Arraes estaria sendo feito com autorização do candidato do PT ao Senado, o que certamente poderá ser confirmado por meio de sua prestação de contas, já que o material de campanha confeccionado para Roberta Arraes com o seu CNPJ terá que, necessariamente, constar da prestação de contas de Humberto Costa.

A Coligação de oposição pede multa de R$ 100 mil contra Roberta Arraes acaso insista em descumprir a ordem que proíbe o uso da imagem de Lula.









MAIS VISITADAS DO MÊS

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos