Delegada evangélica que roubou a cena na eleição deve ser Secretária e candidata a Prefeita de Jaboatão


A agora deputada estadual delegada Gleidi Ângelo, fenômeno das eleições em Pernambuco e cotada para ser a futura secretária de Defesa Social de Paulo Câmara, agraciada com mais de 412 mil votos do povo pernambucano, a maior da história para uma candidatura à ALEPE, além dos 157 mil votos no Recife, teve mais de 60 mil votos só na cidade de Jaboatão dos Guararapes, governada pelo evangélico Anderson Ferreira, do clã Ferreira que se alinhou com a oposição ao PSB, partido pelo qual Gleidi disputou a cadeira de deputada tendo, inclusive, ajudado a salvar mandatos, como o do deputado Aluizio Lessa, que sem os votos de Gleidi não teria sido reeleito.
Curiosamente, a delegada foi eleita pelo partido do governador para impedir, com sua popularidade, a ascensão de candidatos oposicionistas ligados à Segurança Pública, a exemplo do presidente do Sinpol Áureo Cisneiros, do PSOL, mas acabou avançando também na votação de vários vereadores da própria base governista que perderam votos para a delegada. O mais curioso foi que a população votou na candidata do governo como solução dos problemas que o próprio governo não teve a capacidade de solucionar, de modo que é fácil concluir que a votação de Gleidi sequer pode ser atribuída a eventual vinculação ao governador, muito pelo contrário.
Por outro lado, a delegada tem ligações políticas e religiosas com o deputado Pastor Cleiton Collins, a quem já apoiou em eleições passadas, não sendo de se descartar que boa parte de sua votação venha do eleitorado evangélico, já que ela mesma é evangélica.
Diante da estrondosa e surpreendente votação, Gleide estaria cacifada para disputar, se quisesse, até a prefeitura do Recife, porém, esse cargo está reservado pela manda-chuva do PSB, Renata Campos, ao seu filho, João Campos, mesmo este tendo obtido menos da metade dos votos de Gleide na capital, pouco mais de 70 mil votos, ao passo que a delegada, conforme visto, chegou à impressionante marca de 157 mil votos, só na Capital. Para quem teve toda a estrutura do PSB e das máquinas da Prefeitura e do Estado moendo a seu favor, o desempenho de João Campos no Recife não chega a impressionar para quem pretende ser prefeito. Para se ter uma ideia, Felipe Carreras, que também é tido como prefeiturável e foi sacrificado pelo PSB e por Geraldo Júlio e Sileno Guedes em prol de Campos, obteve 67 mil votos, ao passo que Marília Arraes, também cotada para a disputa, obteve, sem qualquer estrutura partidária ou máquina de governo atuando a seu favor, nada menos que 54 mil votos, só no Recife (sabemos que parte da estrutura do PT moeu a favor de João Campos também).
Cogita-se, nos bastidores, que Gleidi seria alçada ao cargo de secretária da SDS para de lá sair para disputar a Prefeitura de Jaboatão e tomar a importante prefeitura da Região Metropolitana para o PSB. Anderson Ferreira, atual prefeito, ganhou a eleição carregado por uma operação policial que teve como principal alvo seu maior opositor, o então vereador Neco, que estava disparado nas pesquisas. Pois bem, com uma gestão permeada de suspeitas de irregularidades e investigações no TCE/PE, Anderson deverá enfrentar a delegada Gleidi Ângelo daqui a dois anos e ninguém se surpreenda se Anderson provar do próprio veneno e for alvo de operações policiais, tal qual seu antigo opositor, Neco. Nunca é demais lembrar que a agora deputada Gleisi Ângelo, a exemplo de Anderson também é evangélica só que ligada ao grupo do Pastor Cleiton Collins que bate de frente com o grupo dos Ferreira e que um dos Ferreira foi o candidato a vice na chapa derrotada de Armando Monteiro.


MAIS VISITADAS DO MÊS

Corruptocracia Pernambucana: Prefeito com tornozeleira é recebido com festa ao retornar ao cargo depois de desviar quase cem milhões da Previdência. Veja o vídeo

Contrato da iluminação pública de Olinda leva à condenação da vice-governadora de Pernambuco e ex-prefeita do município por improbidade administrativa com suspensão dos direitos políticos por seis anos

STF derruba sigilo de gastos da Presidência e Bolsonaro terá que mostrar faturas milionárias do cartão corporativo

DRACO pede e TJPE autoriza prisão do filho do operador pivô do afastamento do prefeito de São Lourenço da Mata e da prisão do prefeito de Camaragibe

Cabos da PM/PE denunciam que governo de Pernambuco só promove oficiais: "Quanta injustiça numa única corporação!"