OLHOS DE LINCE: OPERAÇÃO DE COMBATE A CRIMES ELEITORAIS TEM MANDADO CUMPRIDO EM PERNAMBUCO E EM OUTROS TRÊS ESTADOS




Brasília/DF- A Polícia Federal desencadeou, hoje (23/10), a Operação Olhos de Lince, que executa nove ações simultâneas com o intuito de coibir crimes relacionados às eleições de 2018.

Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de São Paulo/SP, Sorocaba/SP, Uberlândia/MG e Caxias do Sul/RS; bem como sendo lavrados cinco Termos Circunstanciados de Ocorrência, com a intimação dos investigados para oitiva, nos municípios de Juiz de Fora/MG, Varginha/MG, Recife/PE e Caxias do Sul/RS. As ações fazem parte das atividades realizadas pelo Centro Integrado de Comando e Controle Eleitoral – CICCE/2018 e são resultado do trabalho desenvolvido pela Polícia Federal no acompanhamento das redes sociais com o objetivo de identificar e de evitar possíveis crimes eleitorais e ameaças aos candidatos que concorrem ao pleito.

Para a identificação dos investigados foram utilizadas técnicas de reconhecimento facial, que por meio de critérios científicos, permitem a realização de análises e comparações das características faciais tais como como cicatrizes, manchas e proporções, possibilitando a identificação de forma técnica e precisa dos suspeitos. Na ação de hoje, são apurados pela PF, conforme o caso, os crimes de violação do sigilo do voto e de incitação ao crime de homicídio, respondendo, os investigados, na medida de suas participações.

EM RECIFE COM RELAÇÃO A OPERAÇÃO OLHOS DE LINCE – A PF/PE está cumprindo apenas um mandando de intimação onde esse suspeito deverá comparecer e prestar esclarecimento ainda hoje aqui na PF e caso seja comprovada a sua participação ele responderá a um termo circunstanciado de ocorrência dependendo de sua participação nos atos ilícitos! No caso em tela, após análise de materiais veiculados pela internet que tinham relacionamento com delitos, foi possível verificar uma foto postada no Twitter onde o autor do fato mostra a tela de votação da urna eletrônico, através de fotografia tirada com o seu aparelho celular, para o cargo de Presidente da República. Esse crime é o de crime de violação do sigilo do voto com penas de 2 anos de detenção.

* Com informações da Assessoria de Comunicação da PF/PE

MAIS VISITADAS DO MÊS

Corruptocracia Pernambucana: Prefeito com tornozeleira é recebido com festa ao retornar ao cargo depois de desviar quase cem milhões da Previdência. Veja o vídeo

Contrato da iluminação pública de Olinda leva à condenação da vice-governadora de Pernambuco e ex-prefeita do município por improbidade administrativa com suspensão dos direitos políticos por seis anos

STF derruba sigilo de gastos da Presidência e Bolsonaro terá que mostrar faturas milionárias do cartão corporativo

DRACO pede e TJPE autoriza prisão do filho do operador pivô do afastamento do prefeito de São Lourenço da Mata e da prisão do prefeito de Camaragibe

Cabos da PM/PE denunciam que governo de Pernambuco só promove oficiais: "Quanta injustiça numa única corporação!"