Em segunda votação, deputados de Pernambuco aprovam extinção da Delegacia responsável por investigá-los por corrupção e outros crimes contra o Erário. Apenas seis deputados foram contra projeto de Lei de Paulo Câmara





Foi aprovada ontem (31), em Segunda Discussão, proposição de autoria do governador Paulo Câmara, do PSB, que cria o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco) na estrutura da Polícia Civil e extingue a Decasp, delegacia especializada no combate à corrupção praticada por servidores estaduais, vereadores, deputados e secretários estaduais. O Projeto de Lei nº 2066/2018, de acordo com o site da ALEPE (Leia AQUI )recebeu votos contrários apenas dos deputados Antônio Moraes (PP), André Ferreira (PSC), Augusto César (PTB), Bispo Ossesio Silva (PRB), Priscila Krause (DEM) e Socorro Pimentel (PTB).

LEIA TAMBÉM

A matéria, que tramita, injustificavelmente, em regime de urgência, além de extinguir a Decasp, Delegacia de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos, também extingue a Delegacia de Crimes contra a Propriedade Imaterial (Deprim). A medida provocou protestos no Plenário, na tarde dessa terça (30), quando foi aprovada em Primeira Discussão. Na manhã de ontem, houve novas manifestações nas galerias. 

Respondendo a questionamento dos eleitores, que repudiaram a votação a favor da medida que favorece a corrupção, a Bancada do PT, formada pelos deputados Odacy Amorim e Teresa Leitão, postou nota em suas Redes Sociais limitaram-se a dizer que teriam votado a favor de adiar a votação, mas ao final aprovaram por verem "com bons olhos o projeto". Assim como o PSB, o PT tem vereadores investigados pela Decasp, inclusive tendo sido afastados de suas funções por ordem judicial, em razão dessas investigações na cidade do Cabo de Santo Agostinho (leia em Vereadores desviaram R$ 1 milhão com 'funcionários fantasmas' no Grande Recife, diz polícia), onde o prefeito Lula Cabral, preso na Operação Abismo da Polícia Federal, por desviar R$ 92 milhões da Previdência dos Servidores, tem como assessor o vice-presidente do PT de Pernambuco Oscar Barreto, aliado de longas datas do PSB (leia em Defensor da aliança com PSB junto com Humberto Costa, Vice-Presidente do PT, Oscar Paes Barreto, tem cargo de Assessor na Prefeitura do Cabo, comandada por Lula Cabral, do PSB).



MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje

Com salário líquido de R$ 7,9 mil, Secretário de Geraldo Júlio, preso pela PF por desvios no DER, confessa prática de agiotagem e posse de R$ 1,4 milhão em dinheiro. Prefeitura silencia