SIMPERE PROTOCOLA ABAIXO ASSINADO DE PAIS DE ALUNOS PEDINDO QUE MPPE GARANTA AULAS PARA OS ALUNOS DA PREFEITURA DO RECIFE DURANTE AULAS ATIVIDADES DOS PROFESSORES

SIMPERE protocolou abaixo-assinado pedindo atuação do MPPE na garantia de aulas para alunos da Rede Municipal do Recife durante período destinado a aulas-atividade dos professores. É do SIMPERE também, denúncia ao órgão dos contratos da PCR com empresa da Máfia da Merenda

O SIMPERE, Sindicato que agrega os profissionais da Educação da rede Municipal de Ensino do Recife comunica que protocolou no Ministério Público de Pernambuco, no Conselho Municipal de Educação, na Câmara de Vereadores do Recife e na Secretaria de Educação da PCR, na tarde da última quinta-feira (08), um abaixo assinado organizado com pais e familiares e estudantes da rede municipal de ensino do Recife, como instrumento de pressão para que a Prefeitura do Recife, sob o comando do prefeito Geraldo Julio.

Segundo o SIMPERE, a medida visa garantir a aula atividade dos/as professores/as da rede municipal, sem prejudicar o dia letivo de estudantes, garantindo, assim, as aulas, tais como as de música, artes e educação física, que inclusive estão previstas na lei.

Para o Sindicato, "a realidade hoje é desoladora: cenas de crianças voltando para casa sem aula por falta de professores substitutos. Essa situação está, praticamente, em todas as escolas do município. Existem mais de 630 cadeiras vagas para professores dos anos iniciais e a prefeitura está adiando o concurso público e negligenciando a necessidade que é urgente."

O SIMPERE ainda reporta que "Pais e familiares se preocupam e o acesso à educação e aos 200 dias letivos é negado às crianças, simplesmente porque a Prefeitura não garante que, durante o cumprimento do 1/3 de tempo para a aula atividade da categoria, haja atividade letiva."

"Não é possível garantir um direito histórico e arrancado através de muita luta, retirando acesso a outro direito igualmente importante, que é o acesso à educação e os dias letivos para estudantes da rede", diz, ainda, a nota do SIMPERE, que prossegue afirmando que "esteve frente às lutas pela aula atividade, está na defesa intransigente da realização de concurso público e para que a lei da aula atividade seja implementada."

A nota, assinada pela Direção Colegiada do SIMPERE, ainda exige "concurso público já, chamada imediata de mais professores substitutos e abertura da lista de acréscimo de carga horária."

"Não iremos aceitar que nenhum estudante volte para casa por falta de professores substitutos e nenhum professor ou professora seja impedido de gozar de seu direito à aula atividade! Garantir a Aula Atividade é garantir educação de qualidade!", reafirmam.

Leiam a íntegra do Ofício protocolado ao presidente reeleito da Câmara do Recife, Eduardo Marque:




MAIS VISITADAS DO MÊS

Corruptocracia Pernambucana: Prefeito com tornozeleira é recebido com festa ao retornar ao cargo depois de desviar quase cem milhões da Previdência. Veja o vídeo

Contrato da iluminação pública de Olinda leva à condenação da vice-governadora de Pernambuco e ex-prefeita do município por improbidade administrativa com suspensão dos direitos políticos por seis anos

STF derruba sigilo de gastos da Presidência e Bolsonaro terá que mostrar faturas milionárias do cartão corporativo

DRACO pede e TJPE autoriza prisão do filho do operador pivô do afastamento do prefeito de São Lourenço da Mata e da prisão do prefeito de Camaragibe

Cabos da PM/PE denunciam que governo de Pernambuco só promove oficiais: "Quanta injustiça numa única corporação!"