GOVERNO PAULO CÂMARA NEGA PROTEÇÃO A "MÃE PELA IGUALDADE" AMEAÇADA POR ASSASSINOS DE SEU FILHO E MESMO FILIADA AO PT, PARTIDO SILENCIA

A defensora de Direitos Humanos e Mãe Pela Igualdade, Eleonora Pereira da Silva, que tem enfrentado árdua luta pela punição dos assassinos de seu filho, cuja morte teria sido motivada por homofobia, foi surpreendida com a  negativa de seu ingresso no Programa Estadual de Proteção à Defensoras e Defensores dos Direitos Humanos.

O ofício comunicando a negativa não explica as razões da negativa, limitando -se a atestar o não preenchimento dos requisitos legais.

Ouvida pelo Blog, Eleonora contou que teve que retornar para o Bairro de Jardim São Paulo considerada por ela sua área de risco, onde tem que conviver com os mandantes do crime contra deu filho e que, segundo ela, olham-na de forma intimidatóru.

Apesar de ser filiada ao PT, Partido que foi decisivo para a reeleição do governador Paulo Câmara e que ganhou vários cargos e secretaria no governo, até a presente data, não houve qualquer manifestação de repúdio por parte do PT ou de qualquer de seus parlamentar com relação a essa grave denúncia.

"O que acontecer comigo é de responsabilidade do governo do Estado", disse Eleonora.



MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje

Com salário líquido de R$ 7,9 mil, Secretário de Geraldo Júlio, preso pela PF por desvios no DER, confessa prática de agiotagem e posse de R$ 1,4 milhão em dinheiro. Prefeitura silencia