JORNALISTA DA ISTO É CONDENADO POR REPORTAGEM QUE ACUSAVA EX-MINISTRO CARDOZO DE OPERAR NOMEAÇÃO DE MINISTRO DO STJ PARA QUE DESSE HC PARA MARCELO ODEBRECHT



A Justiça de São Paulo condenou o jornalista Sérgio Parcelas por entender que este teria difamado o ex-ministro da Justiça do governo Dilma, José Cardozo, em reportagem de Capa da Revista Isto É, ao criticar o ex-PGR, Janot por não pedir a prisão de Cardozo, por obstrução da Justiça que teria consistindo em trabalhar pela nomeação do Ministro do STJ, Marcelo Navarro, em troca da concessão de um Habeas Corpus para soltar o presidente da Odebrecht Marcelo Bahia que acabou delatando dezenas de políticos de diversos Partidos. A pena de quatro meses de detenção foi convertida em pena de prestação pecuniária no valor de dez salários mínimos.

Seguem trechos da decisão:

"Já no segundo parágrafo do texto, o querelado escreveu:
"Senão vejamos. Resta evidente, após dois anos de Lava Jato, que um partido, o PT, - único detentor da caneta, verba e tinta para sacrificar a maior estatal do País em troca de
propinas e dinheiro ilegal para campanhas -, comandou o Petrolão. Os tesoureiros e principais dirigentes petistas são os engenheiros e os motores da complexa engrenagem da corrução na
Petrobras. Também estrelados integrantes do petismo, entre os quais a própria mandatária
afastada do País, Lula e dois ex-ministros de Estado, Aloizio Mercadante e José Eduardo
Cardozo, foram flagrados em áudios incontestáveis em inequívocas maquinações contra a justiça e as investigações da Lava Jato. A despeito da ululante constatação, não são do PT e sim do PMDB os políticos mais encrencados até agora por Janot" (grifo nosso)
(...).
Apesar de ao longo da matéria não haver outras referências ao áudio envolvendo o querelante, a ideia inicial foi reforçada na medida em que o querelado fez referência a um suposto flagrante envolvendo o querelante e ao fato de ter ele tramado com a ex presidente a nomeação de Marcelo Navarro como ministro do STJ em troca da soltura do empreiteiro, bem como de ter ele participado ativamente das investidas de Dilma para favorecer Lula e os empreiteiros, concluindo que Rodrigo Janot deveria ter formulado pedido de prisão em relação a ele e outros integrantes do PT. Não se pode deixar de considerar que a capa da referida edição da Revista."





MAIS VISITADAS DO MÊS

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos