JUNGMANN DIZ QUE ATAQUES DE FACÇÕES NO CEARÁ SÃO ENSAIO DO QUE ESTÁ POR VIR



O ex-ministro da Segurança Pública Raul Jungmann declarou há pouco, pelo Twitter, que a onda de ataques promovidos por facções criminosas no Ceará não é apenas uma crise, mas  um ensaio do que ainda está por vir.

O comentário foi feito ao compartilhar uma matéria do G1 sobre a derrubada de uma torre de transmissão da Uma torre de transmissão de 500KV, pertencente à Transmissão Nordeste (STN), localizada em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), após novo ataque criminoso, por volta de 2 horas da madrugada deste sábado, 12.

Na manhã de hoje, a Polícia Civil do Ceará por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, apreendeu no Bairro Jangurussu, 5 toneladas de explosivos que estavam com suspeitos de comandarem a onda de ataques que assola o  Ceará. De acordo com a Polícia Civil do Ceará, os explosivos pertenceram à Facção Comando Vermelho, originária do Rio de Janeiro. 61 líderes das principais facções criminosas com  atuação no Estado já foram transferidos para presídios federais em outros Estados sem que entretanto a onda de atentados recrudeça.

Este é o 11º dia da série de onda de violência que atinge o Estado.

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje

Com salário líquido de R$ 7,9 mil, Secretário de Geraldo Júlio, preso pela PF por desvios no DER, confessa prática de agiotagem e posse de R$ 1,4 milhão em dinheiro. Prefeitura silencia