NO PLANTÃO, TOFFOLI MANDA SOLTAR LULA CABRAL, PREFEITO ACUSADO DE DESVIAR MAIS DE R$ 100 MILHIÕES DA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO CABO


O Ministro Dias Toffoli mandou soltar o prefeito afastado do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral, que estava preso no Cotel desde outubro do ano passado, por determinação do TRF da 5. Região, por suspeitas de ser o comandante de uma organização criminosa responsável por desviar mais de R$100 milhões da Previdência dos Servidores Municipais.

Além disso, Lula Cabral também é suspeito de usar o cargo de prefeito para intimidar testemunhas, razão pela qual sua prisão foi confirmada pelo STJ em Habeas Corpus anteriores impetrados por sua defesa.

Apesar do Habeas Corpus ser da relatoria da ministra Carmen Lúcia, Toffoli foi responsável por despachar o pedido por estar de plantão durante o recesso forense.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia