CARLOS BOLSONARO POSTA AUDIO DO PAI SE NEGANDO A FALAR COM BEBIANO E DEMISSÃO DO MINISTRO POR ENVOLVIMENTO NO CASO DOS LARANJAS DO PSL É QUESTÃO DE TEMPO, AVALIAM BOLSONARISTAS



O vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro, tido como o cabeça da comunicação do presidente Bolsonaro durante as eleições desmentiu publicamente, pelo Twitter, o ministro Gustavo Bebiano que tem sido citado em matérias da Folha de São Paulo, como responsável pelos repasses de milhares de reais para candidatutas apontadas como laranjas e que disputaram as eleições pelo PSL de Pernambuco e de Minas Gerais.

Bebiano vinha negando qualquer crise entre ele e o presidente em razão do escândalo com as candidaturas laranjas do PSL em Pernambuco e Minas Gerais e  chegou a declarar ao Globo e ao Antagonista que só no dia de ontem teria falado três vezes com Bolsonaro.

Os Portais de notícias já vinham divulgando que o presidente, que se recupera de uma pneumonia adquirida em razão do longo período em que permanece internado, depois da terceira cirurgia decorrente da facada que o vitimou, durante as eleições, teria expressado grande contrariedade com o escândalo.

Carlos Bolsonaro, além de afirmar serem mentiras as declarações de Bebiano sobre ter falado com o presidente, ainda divulgou um áudio registrando momento em que Bolsonari se negou a falar com seu ministro e advogado. (Ouça o Audio abaixo).

Ouvidos pelo Blog, bolsonaristas avaliam que a situação de Bebiano é insustentável, já que foi ele quem fez a aproximação de Bolsonaro com Luciano Bivar, presidente do PSL e chefe do grupo político de onde saíram as candidaturas laranjas do partido em Pernambuco.

Ao perceber que o audio aparecia com data de 12/03/2018, Carlos Bolsonaro postou novo twit rerificando a data para 12/03/2018.



OUÇA O ÁUDIO:

MAIS VISITADAS DO MÊS

Certidão de Óbito autenticada pelo TJPE atesta morte de morador de Prazeres, em Jaboatão, Pernambuco, por coronavírus, mas SES não o inclui nas estatísticas. Secretaria silencia sobre o caso

URGENTE! Governo de Pernambuco estaria escondendo duas mortes por coronavírus. Denúncia é de policiais civis que trabalham no IML que não teriam equipamentos adequados para autópsia

Pacto Pela Morte: Delegados denunciam ordem do Governo Paulo Câmara que facilita prescrição de crimes, principalmente de homicídios, inclusive com ameaças de perseguições contra quem não aceitar prevaricar

Alunos de escola tradicional do Recife fazem apologia ao Nazismo e instituição solta nota de repúdio

Empresário que escapou de quarentena e levou covid-19 para sul da BA é filho de uma desembargadora do TJ/CE, ex-conselheira do CNJ