"Laranja" do PSL de Pernambuco já está na Polícia Federal depondo. ex-candidata, que é funcionária do Partido, chegou na PF acompanhada de seu advogado Ademar Regueira

20 de fev. de 2019

/ by Blog da Noelia Brito


Pivô da crise que resultou na queda do homem forte do governo Bolsonaro, Gustavo Bebiano, a ex-candidata a deputada pelo PSL de Pernambuco, Maria de Lourdes, alvo de Ação do Ministério Público Eleitoral e investigada pela PF sob a suspeita de ter sido candidata laranja para que recursos públicos do Fundo Eleitoral fossem desviados, chegou hoje cedo à sede da Polícia Federal para finalmente prestar esclarecimentos sobre as imputações que lhe têm sido feitas.

Maria de Lourdes, que ficou conhecida nacionalmente como a "laranja do PSL", depois que reportagem da Folha de São Paulo revelou a existência de um verdadeiro laranjal no Partido do presidente Bolsonaro para desvio de dinheiro público durante as eleições no ano passado, chegou à sede da PF acompanhada de seu advogado Ademar Regueira, que também responde pela defesa do presidente do PSL, o deputado federal Luciano Bivar.

Em áudios vazados ontem à Revista Veja, é possível ouvir o presidente Bolsonaro chamar de desonestidade a tentativa de colocarem no seu colo o episódio dos laranjas. Já o ex-secretário geral da Presidência Gustavo Bebiano, nos mesmos áudios, acusa Luciano Bivar de ser o responsável pelo laranja do PSL.

Ainda ontem, Bolsonaro chamou Luciano Bivar ao Palácio para lhe pedir que deixe a presidência do PSL. Fontes do Blog revelaram que essa seria uma estratég.ia de Bolsonaro para abrir o caminho para sua saída do PSL, juntamente com seu grupo de apoiadores, já que como dono do PSL, Luciano Bivar jamais abriria mão de presidi-lo, o que só ocorreu durante o período da campanha presidencial, como parte do acordo feito por Bebiano com Bivar para levar Bolsonaro para o PSL.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021