MPPE JÁ INVESTIGA DESVIOS DE RECURSOS DE EMENDAS PARLAMENTARES NO IPA QUE TERIAM BENEFICIADO EMPRESAS DA FAMÍLIA DO PRESIDENTE DA ALEPE. INQUERITO FOI INSTAURADO A PEDIDO DO MPCO



Conforme nosso Blog havia revelado na manha de hoje, a decisão cautelar do TCE que mandou suspender todos os convênios do IPA com entidades flagradas pela auditoria daquele Tribunal, desviando recursos de emendas parlamentares, em obras de recuperação de açudes e barragens, dentre elas uma cooperativa e três empresas de parentes do presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, também encaminhou o caso ao Ministério Público de Contas para que representasse ao Ministério Público de Pernambuco para fazer as investigações a seu cargo.

Pois bem, o Blog da Noelia Brito apurou que desde 2017 as fraudes são investigadas num inquérito civil público instaurado pela promotora Luciana Dantas Maciel Figueiredo na 44a Promotoria. A instauração, que investiga atos de improbidade nos desvios no IPA, decorreu de uma representação  do Ministério Público de Contas, em junho de 2017, referente ao processo TCE 1724143-1.

Dez deputados estaduais liberaram emendas parlamentares para uma cooperativa vinculada à família do presidente da Alepe, Eriberto Medeiros para obras jamais executadas ou nunca finalizadas.

Saiba mais

https://noeliabritoblog.blogspot.com/2019/02/auditoria-do-tcepe-flagrou-pagamentos.html

https://noeliabritoblog.blogspot.com/2019/02/tce-levantou-que-dez-deputados.html

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos