OPERAÇÃO ASSEPSIA: DEFESA DE ALVOS DA OPERAÇÃO ENVIA NOTA AO BLOG E REVELA SURPRESA COM MEDIDA DE BUSCA E APREENSÃO


Hospital Miguel Arraes, em Paulista

Leiam Nota enviada ao Blog pela defesa de Rodrigo Cabral e Viviane Gelli com relação à busca e apreensão realizada hoje na residência do casal pela DRACO, em resposta à matéria publicada há pouco por este veículo e que pode ser acessada Aqui:

Nota ao Blog Noélia Brito,
À sua editora chefe,

Em resposta à matéria divulgada na data de hoje, dando divulgação à procedimento sigiloso de medida cautelar de busca e apreensão expedida, pelo Juízo de Direito da Segunda Vara Criminal da Vara Criminal do Paulista/PE, contra o casal Rodrigo Cabral e Viviane Gelli, a defesa informa o seguinte:  A) que recebeu com bastante surpresa à adoção dessa medida extrema de busca e apreensão, dado que em nenhum instante o casal recalcitrou atender as exigências apresentadas pelas autoridades públicas encarregadas pela persecução penal. Sem falar que somente foi decretada agora, quando o fato investigado teria supostamente ocorrido a mais de ano atrás, retirando completamente à natureza urgencial da medida. B) Ao adotar total disposição com os órgãos investigatórios, ainda no dia 26.2.2019, terça-feira passada, o casal compareceu pessoalmente à sede da Promotoria de Justiça do Paulista/PE, atendendo notificação ministerial da lavra do Promotor de Justiça Fernando Falcão Ferraz, para prestar esclarecimento em inquérito civil. C) que ainda no dia 26.2.2019, a Primeira Câmara Criminal do TJ-PE, em decisão unânime, inclusive secundando parecer favorável da Procuradoria de Justiça em Matéria Criminal, concedeu ordem de habeas corpus, reconhecendo que a prisão preventiva outrora decretada se revela ilegal e abusiva. D) que a interpretação dada a tal medida cautelar invasiva, executada na data de hoje, é de que ela representa pura perseguição ao casal, que, repita-se, não cometeu crime e provará a inocência no curso da ação penal, sem sensacionalismo e parcialidade. E) por fim, que, agora no âmbito dessa intitulada e superveniente "Operação Assépsia", mencionada na postagem, em curso no DRACO, o casal aludido terá como subsidiar a autoridade policial de fatos novos e relevantes, justamente porque antes não foi oportunizado pelo delegado de polícia designado, especialmente pelo Chefe de Polícia Civil Estadual, o qual, no mês de dezembro de 2018, conclui o inquérito policial no prazo recorde de um mês.

Gervásio Lacerda - advogado de Rodrigo e Viviane.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Certidão de Óbito autenticada pelo TJPE atesta morte de morador de Prazeres, em Jaboatão, Pernambuco, por coronavírus, mas SES não o inclui nas estatísticas. Secretaria silencia sobre o caso

URGENTE! Governo de Pernambuco estaria escondendo duas mortes por coronavírus. Denúncia é de policiais civis que trabalham no IML que não teriam equipamentos adequados para autópsia

Pacto Pela Morte: Delegados denunciam ordem do Governo Paulo Câmara que facilita prescrição de crimes, principalmente de homicídios, inclusive com ameaças de perseguições contra quem não aceitar prevaricar

Alunos de escola tradicional do Recife fazem apologia ao Nazismo e instituição solta nota de repúdio

Empresário que escapou de quarentena e levou covid-19 para sul da BA é filho de uma desembargadora do TJ/CE, ex-conselheira do CNJ