PF PRENDE ASSALTANTE DE BANCOS CONDENADO POR HOMICÍDIO E TRÁFICO QUE SE ESCONDIA NO EDIFICIO HOLIDAY

"GORDO ITO" TEM CONDENAÇÕES POR TRÁFICO DE DROGAS E HOMICÍDIO NA PARAÍBA E ESTAVA ESCONDIDO EM UM APARTAMENTO NO EDIFÍCIO HOLIDAY (Foto: PF/PE)

Policiais Federais de Pernambuco e da Paraíba, em ação conjunta, prenderam no último dia 22/02/2018, por volta das 6h, HILTON DIAS DE ARAÚJO, vulgo “Gordo do Partage”, “Gordo Ito" ou "Histonas", 38 anos, solteiro, sem ocupação, natural de Fagundes/PB e sem residência fixa,  em cumprimento a um mandado de prisão temporária e um de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal da Paraíba e a um segundo mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça Estadual da Paraíba.

Gordo Ito é investigado por participação em um assalto à CEF e a uma joalheria num shopping e possui antecedentes criminais e condenações por homicídio, roubo à mão armada e tráfico de drogas em Queimadas/PB. Investigações localizaram o assaltante no Edifício Holiday, em Boa Viagem-Recife/PE.

Vídeo: PF/Pe

A prisão foi realizada pelo GPI-Grupo de Pronta Intervenções especializado nesse tipo de abordagem, em que criminosos perigosos precisam ser presos utilizando técnicas avançadas de abordagens em apartamento ou residências. A ação teve seu desfecho final quando ao chegar no apartamento, os Federais deram voz de comando para que o criminoso saísse de sua residência, o qual foi atendido e sem esboçar nenhuma reação abriu a porta e se entregou aos policiais. Na ocasião ele estava usando uma carteira de identidade falsa em nome de SILVINO GOMES DA SILVA NETO, do Instituto de Identificação da Paraíba.

Ao fazer buscas no local, foi encontrado e apreendido um aparelho celular, relógio, roupas, sapatos, cinto e mochila que podem ter sido utilizados pelo criminoso na ação delituosa e serão periciadas para comprovar sua participação no delito sob investigação.

Terminado os trabalhos ostensivos, o preso foi conduzido até a sede da Polícia Federal no cais do Apolo, no Bairro do Recife Antigo, onde, após ter sido informado dos seus direitos e garantias constitucionais, foi autuado em flagrante pelo crime de uso de documento falso (artigo 304 do código penal), cujas penas variam de 2 a 8 anos de reclusão. Após as formalidades legais, o preso foi levado para realizar Exame de Corpo de Delito no IML - Instituto de Medicina Legal e em seguida foi conduzido para a audiência de custódia, onde teve sua prisão preventiva decretada, sendo recambiado para o Estado da Paraíba, onde ficará à disposição das Justiças Federal de Pernambuco e Paraíba, bem como da Justiça Estadual daquele Estado, de onde é foragido do sistema prisional.

ENTENDA O CASO: No dia 17 de janeiro de 2018, uma quadrilha fortemente armada invadiu o Partage Shopping por volta das 4:20h da madrugada em Campina Grande/PB - destruindo a porta do shopping usando um carro em marcha ré, explodiu um terminal eletrônico da Caixa Econômica Federal e arrombou uma joalheria levando vários objetos de valor. Os suspeitos estavam em pelo menos quatro carros e chegaram a fazer reféns pessoas que passavam pelo local. Outras quatro pessoas que participaram da ação também já foram presas pela Polícia Federal, em outro momento.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PF/PE

MAIS VISITADAS DO MÊS

Certidão de Óbito autenticada pelo TJPE atesta morte de morador de Prazeres, em Jaboatão, Pernambuco, por coronavírus, mas SES não o inclui nas estatísticas. Secretaria silencia sobre o caso

URGENTE! Governo de Pernambuco estaria escondendo duas mortes por coronavírus. Denúncia é de policiais civis que trabalham no IML que não teriam equipamentos adequados para autópsia

Pacto Pela Morte: Delegados denunciam ordem do Governo Paulo Câmara que facilita prescrição de crimes, principalmente de homicídios, inclusive com ameaças de perseguições contra quem não aceitar prevaricar

Empresário que escapou de quarentena e levou covid-19 para sul da BA é filho de uma desembargadora do TJ/CE, ex-conselheira do CNJ

Direita já se organiza para derrubar Bolsonaro, o louco. Frota protocola impeachment e Janaina decreta: "esse senhor tem que sair"