Polícia Civil prende presidente e vice da URB de Igarassu por desvios de recursos públicos por meio de contratos com funcionários fantasmas



A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) deflagrou na manhã de hoje (26) a Operação Urbanizar que resultou na prisão, por ordem da Juiza Criminal de Igarassu, na prisão do presidente e da vice presidente da Empresa de Urbanização de Igarassu, ambos investigados peli uso de funcionários fantasmas para desvio de cerca de R$ 60 mil por mês de recursos da Prefeitura.

Além dos dois dirigentes da empresa municipal, uma terceira pessoa que seria a Secretaria da enpresa foi presa e ainda foi dado cumprimento a 7 mandados de busca e apreensão domiciliares

De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, o esquema era articulado por meio de funcionários fantasmas, supostamente contratados por Roberto Arcoverde, sua vice, Miriam Tenório, e Sheyla Teixeira Albuquerque, secretária da empresa. Segundo a polícia, os dois recolhiam os dados dessas pessoas, que, por sua vez, não sabiam que ‘trabalhavam para a Prefeitura’, com o intuito de simular o contrato de prestação de serviço.  

Os funcionários receberiam cerca de R$ 2 mil por mês. No entanto, o dinheiro era desviado pelos líderes do crime, o que chegou a gerar R$ 60 mil de prejuízo mensal à Prefeitura de Igarassu.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Certidão de Óbito autenticada pelo TJPE atesta morte de morador de Prazeres, em Jaboatão, Pernambuco, por coronavírus, mas SES não o inclui nas estatísticas. Secretaria silencia sobre o caso

URGENTE! Governo de Pernambuco estaria escondendo duas mortes por coronavírus. Denúncia é de policiais civis que trabalham no IML que não teriam equipamentos adequados para autópsia

Pacto Pela Morte: Delegados denunciam ordem do Governo Paulo Câmara que facilita prescrição de crimes, principalmente de homicídios, inclusive com ameaças de perseguições contra quem não aceitar prevaricar

Alunos de escola tradicional do Recife fazem apologia ao Nazismo e instituição solta nota de repúdio

Empresário que escapou de quarentena e levou covid-19 para sul da BA é filho de uma desembargadora do TJ/CE, ex-conselheira do CNJ